Coluna do Sandro

Xuxa e Globo não são mais as mesmas após cinco anos

Fora da Globo, Xuxa continua prestigiada na televisão sendo ousada.

Xuxa e Globo não são mais as mesmas após cinco anos
Divulgação/Record

Publicado em 12/01/2020 às 07:30:11 ,
atualizado em 21/01/2020 às 10:27:24

Por: Sandro Nascimento

No início de 2015, Xuxa Meneghel surpreendeu o mercado de TV anunciando sua saída da vitrine vigorosa da Globo após 27 anos. O canal carioca foi onde a apresentadora consolidou sua carreira, ganhou o mundo, virou tendência na TV e ficou milionária. O encerramento do vínculo de Xuxa foi o primeiro indício de mudanças administrativas e artísticas que a diretoria da Globo iria promover nos anos subsequentes.

A própria artista falou sobre isso em entrevista ao jornalista Leo Dias, do UOL, em agosto do ano passado: "Não imaginava que isso pudesse acontecer (deixar a Globo). Recebi absolutamente tudo o que um ser humano poderia receber dentro de uma empresa. Ninguém teve tanto espaço nem tantas regalias como eu. Mas as coisas começaram a mudar, a televisão começou a mudar. E eu comecei a cobrar e a querer coisas que eles não podiam mais me dar". A leitura de Xuxa, agora na Record, sobre as transformações do negócio de TV está correta.

Desde que ela deixou a Globo, ou seja, nestes últimos cinco anos, a emissora líder voltou a provocar surpresas com outras baixas e mudanças inimagináveis. A emissora demitiu autores renomados, veteranos atores e jornalistas, extinguiu programas icônicos, como o Vídeo Show, reduziu salários altíssimos, enxugou seu casting e passou a ter um novo modelo de gestão de negócios, buscando ser uma empresa mídia tech. Toda essa movimentação seguiu a corrente da TV mundial e principalmente do atual duro mercado publicitário.

As transformações de Xuxa

Além disso, no vídeo, a Globo amoleceu uma rígida regra,  ainda  resquícios da era Boni, e passou a ser mais complacente com os outros canais - como a bela homenagem que o humorístico Tá no Ar, de Marcius Melhem e Marcelo Adnet, promoveu para Carlos Alberto de Nóbrega, do SBT, em abril de 2016, e a emocionante menção na abertura do Popstar, com Taís Araujo, sobre a morte de Gugu Liberato, mais recentemente.

Vislumbrando o futuro, a Globo começou a mudar depois de Xuxa, mas Xuxa mudou depois que saiu da Globo também. Não apenas pela cabeça raspada - que aliás, ficou ainda mais linda -, mas à postura mais adulta e mais autêntica. Nesta versão proibida para baixinhos, sem melindres, ela fala naturalmente sobre sexo, abafou fantasmas do passado e sabe o que não quer mais fazer na televisão.

Xuxa ainda não atingiu a liderança de audiência na Record, mas isso não é culpa dela, a emissora enfrenta dificuldades em toda programação noturna. Seu Ibope é apenas um reflexo de tudo. Por outro lado, mesmo longe da fábrica Globo, há cinco anos, a apresentadora, agora ousada, mantém o prestígio e com a coroa de sempre na cabeça.




publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!