Sandro Nascimento
Reportar erro
Coluna do Sandro

"Apocalipse" marca a entrada do estilo hollywoodiano nas novelas brasileiras

apocalipse-tsunami-comosefaz_327fb745b0aa0c5fdf538a7d09a2fd01add7de2a.jpeg
Reprodução
Sandro Nascimento

Publicado em 19/11/2017 às 08:54:10

A nova aposta da Record TV a partir desta terça-feira (21), "Apocalipse" trará para as telenovelas brasileiras requintes nos efeitos especiais que antes só se restringiam às produções da indústria do cinema em Hollywood.

A produtora Casablanca, que é respondsável por toda captação e edição da trama para a Record TV, aplicou em diversas cenas o recurso da computação gráfica, para texturizar, modelar e animar, frame por frame, os efeitos visuais de "Apocalipse".

"Eu não tenho receio de dizer que é o produto mais ousado que fizemos até então", afirmou Anderson Souza, diretor de dramaturgia da emissora, durante a coletiva de imprensa promovida em seus estúdios no Rio na última quinta-feira (16). O NaTelinha esteve presente.

No primeiro capítulo, a trama traz um tsunami que vitimiza dois personagens. Confira o vídeo sobre como foi rodada uma das cenas:

Saindo de "O Rico e Lázaro", o ator Igor Rickli entra em "Apocalipse" vivendo Benjamin Gudman, ex-hacker e proprietário da empresa de inteligência artificial Gudman Technology.

"Eu tinha acabado de gravar 'O Rico e Lázaro' já tem um tempo, e deu para dissipar do Izac que foi um personagem bem forte e que me tomou muito tempo e energia. Eu agora já me sinto preparado para o Benjamin. Esse tema veio muito a calhar, as pessoas têm certo desconhecimento desse livro (Apocalipse) que é muito enigmático e com coisas difíceis de entender. Traduzir ele para uma novela e deixá-lo acessível para o público é genial", disse o ator para o NaTelinha.

"Apocalipse" é escrita por Vivian de Oliveira, tem direção de Edson Spinello e traz no elenco diversos ex-globais, como Carla Marins, Selma Egrei, Jonatas Faro, Joana Fomm, Leona Cavali e Daniela Escobar.

Além disso, a produção escalou para os papeis principais os atores Sergio Marone, Igor Rickli e Juliana Knust.

Veja galeria: