Reportar erro
Análise

Cada vez mais disputado, vencer tornou-se um orgulho no "MasterChef Brasil"

masterchef-02052017 (5)_0df362c0c140590d4627f1c5291fcf2d3a125a7c.jpeg
Caroline foi a eliminada desta terça-feira (2) - Fotos: Carlos Reinis/Band
Redação NT

Publicado em 03/05/2017 às 09:46:09

Com 16 participantes, o episódio desta terça-feira (02) do “MasterChef Brasil”, na Band, foi uma verdadeira luta de orgulho e ego.

A primeira prova da noite se passou em Serra da Cantareira, São Paulo. O desafio, novamente em grupo, era o preparo de um prato e uma sobremesa com temática do Centro-Oeste do país. Para avaliação, foram convidados quatro chefs especialistas em pratos da região. Déborah, destaque do episódio anterior, teve o poder de escolher os líderes dos respectivos times, decidindo por Victor B e Mirian.

Logo no início da escolha dos integrantes das equipes, a maioria dos cozinheiros demonstraram receio em serem liderados por Mirian, já conhecida pelo seu temperamento forte. Após os times formados, a prova teve início e, desde o começo, as discussões começaram na equipe azul, liderada pela temida cozinheira amadora.

Cada vez mais disputado, vencer tornou-se um orgulho no \"MasterChef Brasil\"

Fabrizio, também de personalidade forte, foi o que mais bateu de frente com Mirian. Em diversos momentos, os dois discordaram a respeito da preparação dos pratos, o que acabava respingando nos demais e causando um estresse coletivo. Já na equipe vermelha, Victor B., que de início teve medo ao ver que iria liderar os seus concorrentes, mostrou competência e um trabalho de fato em conjunto, diferente da postura da líder do time azul.

Logo ao servirem os pratos, a equipe vermelha teve uma surpresa. Um dos convidados encontrou cabelo no prato, enquanto em um outro, um pequeno inseto morto. Isso poderia custar caro a vitória deles. Do time azul, um problema parecido mas com um agravante um pouco maior: um dos chefs convidados encontrou um fiapo de tecido enquanto comia.

Após servida a sobremesa, veio a votação e a merecida vitória: recebendo apenas dois votos e não tendo a preferência dos quatro chefs convidados, a equipe azul foi massacrada pela equipe vermelha. Um gosto amargo para Mirian que não soube dar ouvidos aos seus parceiros de trabalho.

Cada vez mais disputado, vencer tornou-se um orgulho no \"MasterChef Brasil\"

Agora no tradicional estúdio, pouco antes da prova de eliminação ocorreu uma breve lavação de roupa suja entre a comandante do time derrotado e Fabrízio. Em certo momento, os demais integrantes demonstraram compartilhar da opinião do cozinheiro ao dizer que Mirian não sabia dar a liberdade para opinar durante o trabalho, sendo a sua palavra a definitiva. Mais um belo momento de verdades para a cozinheira.

Para a prova de eliminação, o desafio era preparar uma truta, espécie de peixe, acompanhado de um molho e guarnição. Fabrizio, que gostaria de ter preparado o peixe da prova anterior, viu neste novo desafio a chance de provar para Mirian que é tão capaz ou até melhor que ela com esse tipo de prato. Leonardo e Michele, que vinham se destacando em episódios anteriores, mais uma vez demonstraram queda de produtividade. Aderlize resolveu se arriscar e preparou o peixe por inteiro no forno, sendo avaliada pelo trio Erick Jacquin, Paola Carosella e Henrique Fogaça se de fato a tática daria certo.

Cada vez mais disputado, vencer tornou-se um orgulho no \"MasterChef Brasil\"

No momento da apresentação dos pratos, Mirian, Yuko e Aderlize foram as mais elogiadas pelos chefs, sendo esta última o grande destaque. Em contrapartida, Leonardo, Michele e Caroline foram escolhidos os piores. Por apresentar um prato sem capricho e definido por Erick Jacquin como um “prato de presídio”, a carismática Caroline foi a eliminada do episódio.

Agora com 15 competidores, o “MasterChef Brasil” demonstra que nem mesmo o talento com certos pratos será tão essencial para todos os outros desafios que vierem.

Como já dito, Michele e Leonardo vêm apresentando uma certa queda na qualidade em questão de sabor dos seus pratos, enquanto Deborah tem monstrado ser uma ótima estrategista e também excelente no fogão. Certamente uma competidora em potencial está surgindo e deve esquentar ainda mais o reality.


Vitor João é formado em gastronomia e acompanha assiduamente a maioria dos realities de culinária, como o "MasterChef Brasil"

Mais Notícias