Reportar erro
Colunas

César Filho e sua negociação com a Record: vale isso tudo?

Antenado

cesarfilho-posada-sbt.jpg
Divulgação/SBT
Redação NT

Publicado em 01/11/2014 às 12:30:28

Nesta semana, além da compra dos direitos da Champions League pelo Esporte Interativo, o noticiário de televisão foi movimentado pela negociação de César Filho com a Record.

César, para quem não sabe, está no SBT há anos e agora sua passagem chegou no auge com o "Notícias da Manhã", que antes era chamado de "SBT Manhã - 2ª edição", e antes ainda era um bloco ao vivo de notícias no "SBT Manhã", apresentado por Hermano Henning e Joyce Ribeiro. Este jornal foi excluído para dar mais espaço para César e para a informação ao vivo.

Deu certo! De 6h às 7h, o jornal incomoda a Globo. De 7h às 9h, tem ficado na frente da Record, que tinha a vice-liderança com muita tranquilidade no horário. Investimentos foram feitos: como repórter, hoje o programa tem a excelente Rita Lisauskas, que já tem passagens por Band e RedeTV!. Além disso, a atração tem helicóptero, tem a também os excelentes Patrícia Rocha e Bruno Vicari, além de entradas ao vivo de todo o Brasil.

Veja bem, olhe toda a estrutura que foi montada para César Filho. Ela é excepcional. Um dos motivos apontados para sua negociação com a Record é o longo tempo do jornal: três horas. Bom, não dá pra negar: três horas em pé não é para muitos. Fica difícil realmente esse tempo todo ao vivo.

Outro motivo: acordar às 3h da manhã. Na verdade, nem acho esse um problema muito grande. Mas César sabe melhor da vida dele do que eu, então, seria injusto dizer que não é desculpa.

O fato é o seguinte: tudo bem que é difícil acordar cedo, que é complicado ficar em pé, mas hoje, não há um motivo claro para César Filho sair do SBT. Ele tem estrutura, tem prestígio, tem audiência, tem um bom salário e uma excelente equipe de trabalho. Trocar isso pela Record, pelo menos para mim, é trocar o certo pelo duvidosíssimo.

A rede de Edir Macedo também tem uma grande estrutura, não é desmerecendo. Mas o SBT deu a César Filho - e César deu pro SBT - uma coisa que ambos buscavam: consolidação da manhã e com notícia ao vivo. Trocar isso tudo, pelo menos para mim, seria um erro.

Mas que César Filho tome a decisão que lhe achar conveniente e que seja a melhor para ele e sua família.
 

Gabriel Vaquer escreve sobre mídia e televisão há vários anos. No NaTelinha, além da coluna “Antenado”, assinada todos os sábados, é responsável pelo “Documento NT” e outras reportagens. Converse com ele. E-mail: gabriel@natelinha.com.br / Twitter: @bielvaquer

Mais Notícias