Reportar erro
Colunas

SBT perde a oportunidade de crescer engavetando sitcoms

Enfoque NT

coitado.jpg
Divulgação
Thiago Forato

Publicado em 27/07/2014 às 08:58:35

Conforme noticiado pelo NaTelinha, o SBT engavetou os projetos de sitcom de Carlos Alberto de Nóbrega e Tom Cavalcante, e a volta do “Ô... Coitado!”, que vinha dando 5 pontos de média com suas reprises na faixa das 18h30 há alguns meses.

Com buracos na programação, o SBT perdeu a chance de ajeitar alguns pontos na grade que precisam de atenção, como o sábado à noite, que está carente de um bom produto desde a saída de “A Praça é Nossa” para às quintas-feiras, em 2006.

Alguém duvida que uma dobradinha dessas duas sitcons daria certo contra o “Legendários” e “Zorra Total”? O motivo alegado para o engavetamento é o alto custo. Investe-se muito, e ganhe-se muito, foi assim que a Globo chegou e se mantém no primeiro lugar.

Enquanto isso, a grade de programação está repleta de mofos e programas dublados. É assim que o SBT quer recuperar o segundo lugar?

Descomunal...

... a audiência de “Caras & Bocas”, no “Vale a Pena”. Com médias entre 16 e 17 pontos, a trama consegue ter quase mais audiência que “Geração Brasil”, às 7 da noite, onde o share é muito maior. A reprise tem tudo para superar a novela das sete na sua última semana. Por ora, está apenas superando “Malhação” e igualando “Meu Pedacinho de Chão”. E a próxima, “Cobras & Lagartos”, tem tudo pra bater os 20 no Ibope nas primeiras semanas.

E a concorrência...

O “Programa da Tarde”, da Record, e as novelas mexicanas no SBT não devem sequer ameaçar. É um horário bastante difícil, principalmente quando a Globo acerta a mão no “Vale a Pena ver de Novo”.

Falando em reprise

A novela mexicana “Rebelde” já enfrenta a sua terceira “das 9” na Globo e o teto tem sido 7 pontos. É uma audiência respeitável, mas será que é aquilo que a direção imaginou?

Mais um

Silvio Santos já encontrou uma nova vítima para fazer depois das 23h: Jack Bauer, da série “24 Horas”. O homem continua derrotando o que vier. A solução, ao que parece, seria esticar o “Fantástico” até meia-noite.
 

Contatos do colunista: thiagoforato@natelinha.com.br - Twitter: @Forato_

Mais Notícias