Reportar erro
Colunas

Conversa com 'Cirilo', selfies e jurados marcam o "Troféu Imprensa"

Confira análise da premiação pelo "Território da TV"

silviosantos-trofeuimprensa2014.jpg
Divulgação/SBT
Redação NT

Publicado em 28/04/2014 às 09:54:15

Na edição do ano passado do "Troféu Imprensa", ao ver Danilo Gentili com seu “Agora é Tarde” superar o “De Frente com Gabi” da Marília Gabriela, Silvio Santos disse desconhecer o humorista, porém falou em contratá-lo. Alguns meses depois e com passagens pelo “Domingo Legal” e “Teleton” como convidado, Gentili deixou a Band e estreou o “The Noite” no SBT.

Agora em 2014, neste domingo (27), Silvio foi ainda mais veloz na realização do que falou no palco. Ao se encontrar com Jean Paulo Campos, que foi receber a sua premiação anterior pelo Cirilo de “Carrossel”, o apresentador não titubeou. Chamou o garoto de “traidor” e o deixou perdido com perguntas sobre o contrato com a Record, sempre “repassadas” aos seus pais.

Uma das indagações feitas foi sobre a falta de uma conversa para que pudesse ser apresentada uma contraproposta, justificada pelas férias de Silvio. Mas agora reintegrado ao clima rotineiro de uma TV, veio o decreto: “Traz amanhã o relatório que eu vou pagar a tua multa e você não vai sair do SBT”. Dito e feito, como se comprovaria poucos dias depois da gravação. Pela rapidez com que a sua fala virou realidade, não é de se duvidar que vejamos uma assinatura de contrato em pleno palco nas próximas edições.

Porém, por mais que nomes relevantes passem aos montes pelo palco, a estrela da noite foi Silvio. como sempre acontece no "Troféu Imprensa". Dessa vez não foi diferente. Mas o brilho se estendeu para outra integrante da família Abravanel.

Depois de ser eleita revelação, Patrícia agora já foi considerada como melhor apresentadora ao lado de Fátima Bernardes. Eliana, que disputava com elas, teve de se contentar com o Troféu Internet. A loira, porém, foi receber prêmios passados. E conseguiu a proeza de sair do palco sem pedir uma selfie. Quase exceção.

Com seus 13 anos, a bem articulada e vestida sensualmente Larissa Manoela não resistiu e tirou um autorretrato com o patrão. A intérprete da Maria Joaquina ainda ficou encarregada de explicar a expressão, que voltaria a ser utilizada pela turma do “The Noite”, que fez pedido duplo: além da foto, Roger também questionou Silvio sobre uma possível entrevista. A mesma pergunta feita por Marília Gabriela. Ambos saíram com a resposta negativa.

Mas os mais questionados da noite, é claro, foram os jurados. Esse ano o elenco da bancada perdeu nomes de apelo mais popular como Sônia Abrão e Nelson Rubens. Entretanto, a participação incisiva dos que ficaram gerou destaque. Leão Lobo detonou “Amor à Vida” e “Salve Jorge”, indicadas como melhores novelas. Mesmo sob seu protesto, a trama de Walcyr Carrasco se sagrou campeã.

Ricardo Feltrin agradeceu por nomes como Valesca Popozuda e Naldo não terem disputado os votos de revelação com Anitta, Tiago Abravanel e a vencedora Tatá Werneck.

Ainda da antiga trama das 21h, Vanessa Giácomo foi eleita a melhor atriz e Mateus Solano o melhor ator em uma das raras unanimidades da noite. As outras foram o programa “Eliana” e Rodrigo Faro como melhor apresentador. Raridades.

Boa parte dos prêmios tiveram decisões mais dispersas, como a consagração da “TV Cocoricó” dentre os infantis, o que quebrou certa hegemonia do “Bom Dia e Companhia” na categoria. Dentre as cantoras, todas foram votadas, mas Ivete Sangalo e Paula Fernandes se sobressaíram diante de Aline Barros.

Alguns causaram surpresa por indicados improváveis. Dentre telejornais, surgiu o “Cidade Alerta”, que perdeu para “Jornal Nacional” e “SBT Brasil”. Nos humorísticos, a série “Tapas e Beijos” deixou “Pânico na Band” e “A Praça é Nossa” para trás.

Apesar de certos pontos surpreenderem, outros tantos não poderiam ser mais tradicionais. Silvio Santos, falando de si em terceira pessoa ao melhor estilo Pelé, anunciou a vitória de si próprio como apresentador na votação dos internautas. Para os jurados, dentre os cantores, ninguém foi melhor que Roberto Carlos.

Nesse misto do consolidado e do inovador, os globais Tony Ramos e Lília Cabral passaram pelo palco. A atriz se emocionou ao relembrar a carreira. Mas quem emocionou a todos mesmo foi Carlos Nascimento, que contou detalhes de como seu contrato foi renovado a pedido do próprio Silvio enquanto tratava um câncer. O jornalista se disse um privilegiado e clamou por mais empresários como o homem do baú.

Nas estimativas do animador, Nascimento, que está visivelmente mais magro, retorna ao “Jornal do SBT” ainda neste ano. A previsão é de que isso aconteça até o final de maio.

E se os contratos que Silvio prometeu e cumpriu assinar vem se destacando anualmente, quem diria que o improviso de um vencedor falando sobre uma renovação já ocorrida roubaria a cena?

É assim, sem precisar fazer chover como o "Melhores do Ano", mas tendo seu espaço cativo no hall de grandes momentos de nossa indústria do entretenimento, que funciona o "Troféu Imprensa", prêmio que exalta várias figuras da TV, mas nos faz conhecer mais sobre a personalidade daquela que é a maior delas, seja pelo que a própria diz ou por terceiros.

 

No NaTelinha, o colunista Lucas Félix irá mostrar um panorama desse surpreendente território que é a TV brasileira.

Ele também edita o https://territoriodeideias.blogspot.com.br e está no Twitter (@lucasfelix)

 

Mais Notícias