Reportar erro
Passado de luta

De gravidez precoce a luta contra depressão: A vida de Karol Conká antes do BBB21

Cantora curitibana tem carreira marcada por momentos difícieis

Karol Conká com a mão no rosto
Karol Conká já teve uma vida difícil antes do BBB21. Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 23/02/2021 às 06:53:00,
atualizado em 23/02/2021 às 09:56:27

Se no BBB21, Karol Conká é uma das participantes mais controversas da história do programa, despertando a raiva de muitas pessoas que acompanham o reality, principalmente nas redes sociais, a cantora tem um passado de muita luta até alcançar a fama, o reconhecimento artístico, ser referência no movimento feminista e levantar bandeira na defesa de minorias, como negros e LGBTQIA+.

Nascida em uma família humilde em Curitiba, no Paraná, Karol sempre sonhou em ser cantora. Das canções que escrevia na infância até ganhar alguns concursos de dança e rap, demorou alguns anos para que Conká decidisse fazer da música sua profissão de fato.

Foi aos 16 anos que a rapper escolheu a área artística e começou a publicar vídeos na internet. Não demorou muito para ela conhecer MC Cadelis e Cilho, que, juntos, formaram o conjunto Agamenon. Apesar das dificuldades, o desafio maior veio aos 19 anos, quando ela se descobriu grávida do único herdeiro, Jorge, em pleno início de carreira.

Afinal, como Karol já disse em entrevistas, o preconceito sofrido por ela ser mãe solteira e negra foi barreira para continuar na arte. Karol, então, se afastou dos palcos para se dedicar à criação de seu herdeiro, enquanto também lutava contra a depressão.

Foi só então que, depois de cinco anos, a cantora voltou com força total e foi ficando cada vez mais reconhecida pelas letras de suas músicas, sempre em forma de protesto e palavras de ordem contra o machismo, enaltecendo a igualdade e diversidade. 

Já em 2012, ela chamou a atenção de um produtor musical que a ajudou a lançar seu primeiro álbum, Batuk Freak. No ano seguinte, ficou reconhecida em todo Brasil pela conquista do troféu de Artista Revelação, no Prêmio Multishow de Música Brasileira, além de ter sua música mais famosa, Tombei, como abertura do seriado Chapa Quente (2015), da Globo.

Antes do BBB21, Karol Conká já protagonizava barracos

Mas não só de prêmios e reconhecimentos que Karol Conká foi notícia. A cantora coleciona barracos na carreira envolvendo estrelismo e gritaria. Em entrevista ao UOL, a cantora já afirmou que não tem paciência pra gente babaca. "Sou muito feliz, embora não transe muito porque não tenho tempo nem saco para gente babaca", avisou.

Até com o próprio ex-namorado, Caio Piovesan, ela protagonizou um barraco daqueles nos bastidores do programa Superbonita, do GNT, com direitos a gritaria na frente de um grupo de pessoas. Mas as tretas da cantora não são apenas com o sexo oposto não.

Ela já enviou indireta para Anitta, ao comentar que ela serviu de referência para a cantora carioca em um clipe musical. Tudo começou quando Anitta apareceu com um cabelo rosa no vídeo da canção Explosion, motivando comentários de internautas afirmando que ela copiou o look de Karol.

"Eu amo ser referência!!!", escreveu a cantora, sem citar Anitta. Em 2017, durante um evento em Bonito, Mato Grosso do Sul, Karol esteve envolvida em uma polêmica ao ser tida como responsável por atrapalhar o show de uma cantora local, Marina Peralta.

A equipe da participante do BBB21 foi acusada de desligar os equipamentos de Marina para acabar o show dela rápido, para então Karol entrar no palco e se apresentar.

Também em 2017, Karol Conká aguardava para subir ao palco em um evento em Fortaleza, mas pediu que a apresentadora, Nicole Bahls, não tocasse em seu nome, senão não iria se apresentar.

Nicole confirmou o ocorrido para a revista Quem. Com tantas tretas no currículo, Karol pode ser uma das candidatas à barraqueira oficial do BBB21.


Fique por dentro dos principais acontecimentos do Big Brother Brasil 21 acessando o canal exclusivo do NaTelinha sobre o reality.



Mais Notícias