Reportar
erro
Espancado

Polícia identifica mandante e agressor acusado de espancar apresentador de TV

Criminoso teria agido a pedido de chefe de gabinete do ex-prefeito da cidade após matéria de denúncia veiculada


Apresentador Daniel Carriel com um microfone na mão e um cartão com o nome Adesso TV
Polícia identifica agressor e mandante de crime contra apresentador Daniel Carriel - Reprodução
Por Marcela Ribeiro

Publicado em 03/02/2022 às 15:39:36,
atualizado em 03/02/2022 às 18:15:17

A polícia de Garibaldi identificou o homem que agrediu o apresentador de TV Daniel Carniel no dia 14 de janeiro com socos e pontapés, além do mandante do crime e do motorista responsável por levar o agressor até o local. Na ocasião, o jornalista entrou no ar ao vivo ensanguentado para denunciar a agressão na porta da emissora.

O delegado de Garibaldi, Clóvis Rodrigues de Souza falou sobre a prisão em coletiva de imprensa que aconteceu nesta terça-feira (1). As investigações sobre a autoria do crime começaram através de imagens do agressor de câmeras nos arredores do local no dia em que ocorreu o fato.

"Fatos criminosos de grande repercussão como esse , eles desencadeiam com o recebimento de muitas denúncias anônimas para a polícia de pessoas que procuram auxiliar ou não nas investigações e esclarecimento da autoria do crime",. explica.

O NaTelinha apurou que o mandante do crime é o chefe de gabinete do ex-prefeito da cidade que foi pauta de denúncias do programa apresentado por Daniel. O homem era funcionário da Assembleia Legislativa do Rio Grade do Sul e foi exonerado nesta quinta-feira (3) após a repercussão dos fatos. 

O delegado explicou que é necessário produzir filtros a partir destas denúncias anônimas, até como forma de evitar prejuízos a uma pessoa inocente, já que algumas vezes a informação pode tentar desviar de forma intencional o curso de uma investigação. O agressor não teve o nome revelado, tem 21 anos e mora em Carlos Barbosa, cidade vizinha de Garibaldi.

"Nós apreendemos na casa dele um telefone celular, o boné, a calça e calçados que foram utilizados por ele no dia do crime. No depoimento, ele fala com riqueza de detalhes acerca da sua participação como agressor no ato praticado contra o jornalista".

O homem disse que recebeu R$ 500 em dinheiro para agredir Daniel Carniel. "Nós verificamos a partir dessas informações do agressor surge um outro nome incompleto de outra pessoa e de um veículo que teria sido utilizado para transporte do agressor", contou Clóvis.

Esse motorista reside em Farroupilha, tem 26 anos e confessou detalhes de sua participação à polícia e disse que foi contratado por um morador de Garibaldi de 34 anos e recebeu R$ 1500. "Ele disse que o mandante falou que se sentiu prejudicado pela veiculação de matérias jornalísticas produzidas pela vítima", conta o delegado.

O agressor não conhecia pessoalmente a vítima. Na segunda-feira (31), o advogado do mandante do crime esteve na delegacia com seu cliente que se silenciou e não prestou depoimento e teve seus aparelhos celulares apreendidos.

"Com o silêncio do seu mandante não são esclarecidas as motivações do crime", completou o delegado, que saiu de férias. O inquérito segue em andamento com o delegado substituto.

Apresentador espancado está com medo e anda com segurança após agressão 

Daniel Carniel surpreendeu os telespectadores da TV Adesso, em Garibaldi, na Serra Gaúcha, ao entrar no ar ao vivo todo ensanguentado logo após ter sido espancado na porta da emissora no dia 14 deste mês. 

O apresentador conta que precisou levar dez pontos na boca, lábio interno e queixo após a agressão. Além disso, ele teve luxação no dois dentes e realiza exames para saber se precisará realizar implante. 

"Continuo quase sem me alimentar, só alimentação pastosa, água só com canudinho...  Estou tomando medidas, ando com segurança, estou na minha casa me recuperando, essa semana que passou não trabalhei mais", contou ele.

"Não é só fisicamente, é psicologicamente também que estou abalado. Em uma cidade de 35 mil habitantes, nunca ocorreram fatos nem semelhantes, então a gente começa a ficar com medo, não sabe o que pode acontecer. Mudamos a rotina, estamos com segurança e também tomando cuidado redobrado".

TAGS:
Mais Notícias