Fim

Ana Lúcia Torre encerra contrato com a Globo após 18 anos

Atriz continuará participando das produções, mas agora apenas com vínculo por obra certa


Ana Lúcia Torre sorrindo para foto
Ana Lúcia Torre encerra contrato com a Globo após 18 anos - Foto: Reprodução

Ana Lúcia Torre, de 76 anos, não fará mais parte do elenco fixo da Globo. De acordo com a colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo, a atriz já não tem contrato de prazo longo com a emissora. Atualmente no ar em Quanto Mais Vida, Melhor, ela continuará participando das produções, mas agora apenas com vínculo por obra certa.

Famosa por uma carreira de mais de 40 anos dedicados à TV, ao teatro e ao cinema. Ana Lúcia Torre teve sua estreia na Globo em Escrava Isaura (1976), seguida de papéis em diversas tramas. Ela também deu vida a dezenas de personagens coadjuvantes em novelas da emissora. Algumas se destacaram, como a ingênua Juracy de Tieta (1989), a traída Cleonice de A Indomada (1997) e a caipira Neca de O Cravo e a Rosa (2000). O sucesso veio como a vilã Débora de Alma Gêmea (2005), que lhe rendeu papéis maiores nos anos seguintes.

Mais recentemente, fez Insensato Coração (2011), Amor Eterno Amor (2012), Joia Rara (2014), Verdades Secretas (2015), O Outro Lado do Paraíso (2017), Espelho da Vida (2018) e A Dona do Pedaço (2019), entre outras tramas. 

Nathalia Dill anuncia fim do contrato com a Globo

Nathalia Dill também não fará mais parte do elenco fixo da Globo neste ano. O contrato da atriz chegou ao fim em 2021 e não será renovado após 14 anos. Ela confirmou a informação, que já havia sido alardeada na imprensa, em uma publicação em sua rede social. O último trabalho da artista de 35 anos da TV havia sido a vilã Fabiana de A Dona do Pedaço (2019), novela em que roubou a cena.

“O formato de contrato longo que eu mantinha com a TV Globo terminará no fim de 2021. A partir daí iniciaremos uma parceria sob outra dinâmica, por obra certa”, revelou Nathalia Dill, em postagem no Instagram. Na publicação, ela reuniu fotos de suas personagens na emissora, desde a vilã Débora de Malhação (2007), que marcou sua estreia na televisão.

“Há alguns meses que eu queria dividir com vocês, essas mais de quatro milhões de pessoas que me seguem e formam toda essa comunidade e rede de afeto e apoio, uma novidade bem importante. Refletindo bastante sobre os rumos da minha carreira, que começou no teatro e se expandiu para a televisão e para o cinema, concluí que agora é o momento ideal para explorar novos caminhos, experiências e projetos.”

Nathalia Dill
Mais Notícias