Reportar erro
Emoção ao vivo

Sikêra Jr. recebe veredito sobre processo e chora ao vivo na RedeTV!

Apresentador leu ao vivo decisão de Desembargador

Sikêra Jr chorando ao vivo
Sikêra Jr. chora ao vivo lendo decisão da Justiça - Foto: Reprodução/RedeTV!
Redação NT

Publicado em 16/09/2021 às 10:16:28,
atualizado em 16/09/2021 às 18:50:53

Sikêra Jr. leu o veredito ao vivo na RedeTV! sobre o processo que sofria do movimento Sleeping Giants Brasil (organização de consumidores contra o financiamento do discurso de ódio e da desinformação), em parceria com a All Out, Põe na Roda e da Aliança LGBTI. O apresentador não conteve a emoção e chorou ao vivo em seu programa Alerta Nacional dessa quarta-feira (15). "O que esses caras fizeram comigo e minha família. A resposta está dada", comemorou ele, ao ler que a campanha contra ele foi suspensa.

O comunicador começou perguntando se a decisão poderia se tornar pública. "Senhoras e senhores, acabei de receber uma notícia. Por isso que eu digo... Dobre os joelhos. Ore! Ore! Eu só estou esperando autorização. Que vocês tirem como aqui, como do que está acontecendo, como uma grande resposta. Confirmou ou não?", indagou à produção.

"Me perdoe. Vou colocar vocês a par do que está acontecendo. Quero não. Eu preciso divulgar para o meu público que me assiste. Me dá o óculos", pediu ele, para na sequência ler a decisão favorável da Justiça.

"O desembargador Airton deferiu a liminar e mandou suspender a campanha do Sleeping Giants contra Sikêra. O que esses caras fizeram com minha família e comigo. O que vocês fizeram comigo, a resposta está aí. É minha fé no senhor Jesus Cristo. O que fizeram comigo e minha família. A resposta está dada. A família brasileira está dando a resposta. A gente não aceita mais essa sacanagem, o que vocês fizeram com as crianças, com a minha família. Demorou! Por isso digo, acredite na Justiça do seu país. Na Justiça do meu país eu acredito. Esses sites satânicos, esse sleep satânico aí."

Sikêra Jr., apresentador

Sem papas na língua, continuou: "Só tem dois laranjas no Brasil que moram no Paraná, vão ter que cobrir o prejuízo que deram. Eu tenho o direito também de processar. O que vocês fizeram com a minha vida, através da lacracão. Só Jesus vai dar a resposta a vocês. Eu continuo acreditando na Justiça do meu país. Eu continuo. Passei a ser chamado de investigado. Eu, pai de família, trabalhador. Trabalho desde os meus 14 anos. Vem um engraçado aí que sofre bullying a vida inteira e quer descontar. Meu senhor Jesus Cristo, não tenho mais nada que pedir, só agradecer".

Sikêra sofreu processo por falas homofóbicas

Em junho, o Sleeping Giants Brasil criou uma campanha nas redes sociais e ganhou o apoio de milhares de internautas para pressionar empresas que anunciavam seus produtos no programa a cancelarem os patrocínios. Foram quase 40 que deixaram de anunciar na RedeTV!.

O jornalista chamou homossexuais de “raça desgraçada”, ao atacar uma campanha publicitária de uma marca de restaurante que apoiou o Dia do Orgulho LGBTQIA+. O comunicador causou revolta e muitos artistas criticaram o comportamento dele.

Na semana seguinte, ele se desculpou. "Eu quero pedir licença aos meus colegas, aos meus diretores, pra falar algo que está me incomodando desde a última sexta-feira. Eu venho recebendo milhares de mensagens (de pessoas) incomodadas com o comentário que eu fiz sobre o comercial que se utilizou de crianças para promover a diversidade sexual. Eu recebi apoio de muitos, mas também fui alvo de muitas críticas e ataques. Sei também que colegas de trabalho que atuam nesse canal também foram atacados", começou.

"Ninguém está imune de errar. Como eu falei, eu tenho a responsabilidade de pedir desculpas publicamente. Eu aprendi muito com essa lição. Vou seguir aqui na batalha para defender a família tradicional, para defender as crianças, mas sem nunca desrespeitar quem pensa diferente de mim. Aqui não tem censura nesse programa. Vou continuar defendendo a família brasileira. Você que se sentiu ofendido, eu lhe peço perdão. Me extrapolei, como revoltado com o que eu vi naquele comercial, que eu continuo contra. Você que se sente ofendido, o que eu posso fazer agora como humano, como homem de bem, é dizer: Me perdoe. Minha opinião continua a mesma, viva a família brasileira!", completou.



Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias