Reportar erro
Dados

Sucesso na Record, Gênesis é mais vista entre os ricos

Números são da Kantar Ibope

Atores de Gênesis
Gênesis é sucesso na Record - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 07/08/2021 às 11:00:07

Maior sucesso da Record desde Os Dez Mandamentos (2015), Gênesis tem obtido maior sucesso entre a classe AB, que é formada pelo público de maior renda financeira. Em compensação, a produção tem um índice muito baixo com o público DE, telespectadores com menores condições econômicas.

De acordo com os dados do PNT (Painel Nacional de Televisão) da Kantar Ibope obtidos pelo NaTelinha junto a fontes do mercado, 38% das pessoas que assistem Gênesis faz parte da classe AB, enquanto 8% representa o grupo DE. A composição C1 possui 25% do público que vê o folhetim bíblico e 28% é relação ao C2. Atualmente, a trama está com uma média geral de 12,4 pontos.

Exibida apenas aos sábados, os melhores momentos de Gênesis cresce no grupo C2, pois esse grupo forma 29% das pessoas que assistem a produção no fim de semana. A classe AB representa 31%, o C1 é de 26% e DE fecha com 14%.

Topíssima (2019) também tem desempenho alto entre os mais ricos. De quem assiste a reprise da novela de Cristiane Fridman, 34% é da classe AB. Entre os mais pobres (DE), a trama é acompanhada por 10%. Já a classe C1 representa 28%, mesmo resultado que o C2.

Prova de Amor (2005) tem um público maior entre a C2, porque representa 33%. Entre os mais ricos (AB), a reexibição do enredo escrito por Tiago Santiago tem 30% e entre os mais pobres (DE) 15%, enquanto da C1 ficou em 22%.

Novelas da Globo

imagem-texto

As novelas da Globo também possuem maior resultado com a classe AB, com destaque para A Vida da Gente (2011-2012), que tem 36% formado por esse grupo. A parte C1 tem 26, a C2 possui 28% e a DE tem 10%.

Império (2014-2015) tem um público maior entre a AB porque representa 35%. Entre a classe média (C1 e C2), a reexibição do enredo escrito por Aguinaldo Silva tem 27% cada grupo e entre os mais pobres (DE) 11%.

O público mais rico (AB) de Malhação Sonhos (2014-2015) e Salve-se Quem Puder (2020-2021) é de 33% e de Pega Pega (2017) e Ti Ti Ti (2010-2011), exibida no Vale a Pena Ver de Novo, é de 32%.

Ti Ti Ti, Salve-se Quem Puder e Malhação são vistas por 26% da classe C1 e Pega Pega representa 27%. Em relação ao público C2, o desempenho das duas primeiras é de 29%, da terceira é de 30% e da atual novela das 19h é de 28%.

Novelas do SBT

imagem-texto

Coração Indomável (2013) é vista por 22% de público da classe AB, 24% do grupo C1, 33% do C2 e 20% entre os mais pobres (DE). Os dados do folhetim mexicano são bem diferentes em comparação com as concorrentes.

Amores Verdadeiros (2012-2013) também tem desempenho alto entre a classe C. De quem assiste a reprise da novela, 22% é da classe AB. Entre os mais pobres (DE), a trama é acompanhada por 19%. Já a classe C1 representa 25%, enquanto o C2 é de 33%.

O público C2 de Chiquititas (2013-2015) é formado por 34% e 24% do grupo DE. Entre os mais ricos, esse desempenho representa 22% e a classe C1 é de 21%.

Mais Notícias