Reportar erro
Crítica ao governo

Na Record, Mariana Godoy chama live de Bolsonaro de "bizarra"

Jornalista fez comentário durante o Fala Brasil e dividiu opiniões nas redes sociais

A jornalista Mariana Godoy no bancada do telejornal Fala Brasil
A jornalista Mariana Godoy no Fala Brasil da Record- Reprodução
Marcela Ribeiro

Publicado em 30/07/2021 às 14:54:00,
atualizado em 30/07/2021 às 15:10:12

Mariana Godoy disse durante o Fala Brasil desta sexta-feira (30), na Record, que o presidente Jair Bolsonaro insistiu "durante uma live bizarra que a urna eletrônica facilita fraudes nas eleições". A fala da jornalista deu o que falar nas redes sociais, já que a emissora pertence ao bispo Edir Macedo, que apoiou Bolsonaro em 2018. O presidente esteve no Templo do Salomão em 2019 e recebeu a benção do líder da igreja Universal.

"Bolsonaro também criticou o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luiz Roberto Barroso, que é contrário a proposta de um voto impresso", continuou Godoy ao anunciar a matéria.

No Twitter, teve gente que aplaudiu a atitude de Mariana e outros que criticaram. "Eu amo a coragem e o compromisso com a verdade que a Mariana Godoy tem, ela é uma luz dentro de uma emissora como a Record", escreveu uma internauta.

"A Record perdeu credibilidade ao contratar essa jornalista militante. Lamentável!", comentou outro internauta.

Mariana soltou o verbo contra o presidente Jair Bolsonaro no programa do dia 5 de março. O registro, em que a âncora critica a atuação do chefe do Executivo na pandemia do coronavírus, viralizou nas redes sociais.

"O presidente diz que não tem vacina no mundo para comprar. Não tem porque o Brasil não encomendou. E quando a própria Pfizer ofereceu, lá no ano passado, o Brasil recusou", comentou.

Mariana Godoy vira alvo de reclamações na Record

A âncora do Fala Brasil vinha gerando polêmica nos bastidores do telejornal após ser contratada pela Record. De acordo com fontes ouvidas pelo NaTelinha, a âncora do telejornal matutino vem sendo alvo de reclamações porque estaria respondendo de de forma ríspida às demandas rotineiras dos seus colegas de redação. A situação chegou a um ponto tão crítico que parte da equipe do jornal já avalia oficializar uma reclamação ao RH da emissora.

Em março, num balanço em sua primeira semana no Fala Brasil, a jornalista analisa a passada da bastão no ar de Carla Cecato, que foi âncora do telejornal por 10 anos, como um ato generoso.



Mais Notícias