Reportar erro
Ironia?

Na Globo, Ana Maria Braga manda beijo para bispo com quem brigou na Record

Apresentadora trabalhou no canal na década de 90

Ana Maria Braga de astronauta mandando parabéns
Ana Maria Braga parabeniza bispo da Record - Foto: Reprodução/TV Globo
Redação NT

Publicado em 26/03/2021 às 11:22:30,
atualizado em 26/03/2021 às 11:36:51

Ana Maria Braga felicitou os aniversariantes desta sexta-feira (26) no Mais Você e surpreendeu ao mandar um beijo ao bispo Honorílton Gonçalves, ex-diretor da Record, com quem a apresentadora brigou na época em que foi contratada da emissora.

"Edson Pimenta, um beijo! O bispo Honorílton Gonçalves", iniciou ela, emendando um sorriso enigmático logo depois. Ana também mandou os parabéns à atriz Juliana Paes, que completa 42 anos hoje.

Honorílton Gonçalves entrou na Record em 1995 e em 98 passou a comandar toda a parte artística da casa. O período coincidiu com o tempo em que Ana Maria Braga trabalhou na emissora, quando comandava o Note & Anote diariamente. Em 2006, assumiu a vice-presidência da Record, cargo que deixou em 2013. Atualmente, está em Moçambique, na África.

No ano passado, em entrevista ao Roda Viva, da TV Cultura, a titular do Mais Você revelou o motivo de sua saída da Record. "Eu tive uma briga com o bispo Gonçalves por conta de um pagamento. Ficamos chateados um com o outro. Era sexta-feira à tarde. Ele me olhou e disse: 'você não precisa voltar mais'". Ana insistiu, dizendo que poderia voltar na outra semana, mas o bispo não quis conversa.

A loira esteve na Record entre 1993 e 1999, quando foi contratada pela Globo, em um movimento que causaria uma grande revolução na programação do canal no ano 2000, quando levou nomes como Jô Soares, Serginho Groisman e Luciano Huck da concorrência.

Confira:

Ana Maria Braga de astronauta

No início do programa de hoje, ela iniciou um tanto quanto diferente o matutino. Vestida de astronauta, fez o tradicional pensamento do dia. "Se nós fôssemos feitos pra ficar no mesmo lugar, a gente teria raiz no pé, não é não?", falou ela, em referência ao filme 2001: Uma Odisseia no Espaço (1968) despenteando o cabelo ao tirar o capacete.

Assim Falou Zarastrustra é um poema sinfônico composto em 1896 por Richard Strauss. Seu "toque" hoje é inconfundível graças a introdução no filme 2001: Uma Odisséia no Espaço (1968), filme de ficção científica produzido e escrito por Stanley Kubrick.

O filme possui pouco mais de 2h20 de duração e é memorável por sua trilha sonora. O longa é considerado um dos melhores e mais influentes filmes já feitos e trata sobre evolução humana, existencialismo, tecnologia, inteligência, artificial e vida extraterrestres.

Confira o momento na abertura:

Mais Notícias