Reportar erro
Contratado

Sérgio Maurício fecha com a Band e será o narrador da Fórmula 1

Jornalista vai ser a principal voz da competição

Sérgio Maurício fecha com a Band e será o narrador da Fórmula 1
Sérgio Maurício narrará a Fórmula 1 - Foto: Reprodução

Redação NT

Publicado em 19/02/2021 às 14:09:00,
atualizado em 19/02/2021 às 15:44:36

A Band contratou Sérgio Maurício para ser o narrador oficial do canal nas transmissões da Fórmula 1. O locutor acertou os últimos detalhes e assinou contrato com a emissora nesta semana, juntando-se a Reginaldo Leme e Mariana Becker para a cobertura da categoria, que volta à casa após 40 anos.

A contratação de Sérgio Maurício foi noticiada primeiramente pelo site Motorsport. Procurada pelo NaTelinha, a Band enviou a seguinte nota: "É um sonho, mas não há nada concreto ainda". Já a Globo, também consultada, por sua vez, já informa que "Sérgio Maurício não faz mais parte da equipe do Esporte da Globo".

O jornalista foi o principal narrador das transmissões de treinos livres e classificatórios da categoria no SporTV durante anos, além de ficar responsável pelas provas da Stock Car na TV aberta. Sérgio Maurício também participou da locução dos Jogos Panamericanos no Rio de Janeiro, 2007, e dos Jogos Olímpicos em 2012 e 2016.

Por conta da experiência, seu nome passou a ser cogitado na Band para narrar a Fórmula 1. No anúncio oficial da categoria no canal, José Luiz Datena e Reginaldo Leme chegaram a falar que o profissional era um dos favoritos ao cargo de locutor.

Apesar do avanço, a emissora ainda não fechou sua equipe. Para trabalhar ao lado de Reginaldo, a direção busca um ex-piloto da F1. Rubens Barrichello é quem surge como favorito. Rubinho já trabalhou na Globo e fez uma série de lives com Leme após cada prova da temporada do ano passado. Atualmente, tem um programa terceirizado nos domingos do SBT, o Acelerados.

Band e a Fórmula 1

Depois de 41 anos na Globo, a Fórmula 1 volta para a Band. O contrato assinado pela emissora com a Liberty Media vai até 2022 e prevê exclusividade na transmissão das 23 provas do circuito. Elas serão exibidas em TV aberta, enquanto os treinos classificatórios ficarão no BandSports. O canal esportivo pago ficará responsável, também, por transmitir a Fórmula 2 e a Fórmula 3.

“O Brasil representa um dos cinco maiores mercados do mundo em audiência e faturamento da Fórmula 1. Voltar a ser a casa da categoria depois de 41 anos é motivo de muito orgulho para nós”, disse João Saad, presidente da Rede Bandeirantes de Rádio e Televisão, em nota oficial.

Mais Notícias