Reportar erro
Processo

Justiça bloqueia bens dos donos da RedeTV! por dívida milionária

Amílcare Dallevo Júnior e Marcelo de Carvalho tem contas bloqueadas por decisão da Justiça

Almicare Dallevo Júnior e Marcelo de Carvalho sorrindo para foto
Almicare Dallevo Júnior e Marcelo de Carvalho
Redação NT

Publicado em 29/12/2020 às 10:39:00

A Justiça de São Paulo bloqueou os bens dos donos da RedeTV!, Amílcare Dallevo Júnior e Marcelo de Carvalho, por uma dívida do canal estimada em R$ 137,8 milhões. A decisão foi expedida pela juíza Maria Rita Rebello Pinho Dias, da 3ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais, responsável pelo processo contra a emissora movido pela massa falida da Petroforte Brasileiro de Petróleo, que pede o pagamento de empréstimo fornecido há anos, após solicitação de crédito da RedeTV! junto ao banco Rural.

Segundo o colunista Rogério Gentile, do UOL, a massa falida da Petroforte agora cobra a dívida total da emissora. Em um primeiro momento, a Justiça determinou uma penhora de cotas do capital da RedeTV!, mas o requerente afirmou que os valores não são suficientes para cobrir a dívida.

Foi por isso que a juíza decidiu bloquear os bens de Amílcare Dallevo e Marcelo de Carvalho até que um técnico judicial avalie as cotas da emissora. O advogado do canal, José Carlos Etrusco Vieira, afirmou ao UOL que a RedeTV! não reconhece a dívida e que vai recorrer da decisão que bloqueou os bens dos donos da emissora.

José Carlos também informou que o canal já deu garantias suficientes sobre a capacidade de pagamento, numa possível decisão da Justiça, e que não havia necessidade de bloquear os bens dos sócios.

Procurada pelo NaTelinha, a RedeTV! reiterou o posicionamento do advogado: "Trata-se de uma série de absurdos. A discussão judicial que se trava decorre justamente do não reconhecimento dessa pretensa dívida e seu absurdo valor. O recurso é inevitável e será impetrado ao Tribunal de Justiça, pois a decisão de arresto de bens dos sócios da RedeTV! desafia coisa julgada que reconheceu já estar a pretensa dívida garantida pela emissora, para efeito de discussão, sem contar o fato de que a Massa Falida da Petroforte perdeu legitimidade para continuar no processo, por decisão advinda do STJ".

RedeTV! processa Tatá Werneck

Enquanto briga na Justiça sobre essa suposta dívida milionária, a RedeTV! também processa a humorista Tatá Werneck, por conta de uma piada feita no Prêmio Multishow 2020. A emissora está pedindo uma indenização de R$ 50 mil depois que a artista comparou sua roupa para o evento de TV fechada ao orçamento e a grade de programação do canal.

"Gente, não repare, eu vim de moto direto, entendeu? Eu vim assim. Peguei no varal, tá molhada ainda. Isso aqui é o orçamento de uma grade da RedeTV!. Pelo amor de Deus gente, não quero que vocês reparem", brincou a humorista na ocasião.

No processo, os advogados da RedeTV! acusam Tatá de pouco caso: "Comentários sobre sua própria vestimenta de modo a ironizar a qualidade da roupa, associando-a de forma totalmente descabida ao orçamento e à qualidade técnica desta emissora". E para evitar qualquer chance de ser chamada de mimimi, os advogados garantem que a RedeTV! não é contra piadas, mas lembra que o “que fez a ré (Tata) foi um ataque gratuito e sem fundamento, cujo único intuito é o de macular a imagem da autora (RedeTV!)".

Mais Notícias