Reportar erro
Em 2020

10 vezes em que a pandemia forçou mudanças na TV

Emissoras tiveram que se adaptar ao novo normal

Foto montagem das protagonistas de Amor de Mãe e Silvio Santos
Ocorreram mudanças na TV em 2020 - Foto: Montagem
Redação NT

Publicado em 20/12/2020 às 08:33:20

A pandemia do novo coronavírus assustou o mundo e as emissoras de televisão tiveram que realizar adaptações. A Globo, por exemplo, suspendeu as gravações das suas novelas e precisou reprisar grandes sucessos em todas as suas faixas de exibição. O SBT paralisou os trabalhos dos seus programas de entretenimento e Silvio Santos terminará 2020 sem pisar nos estúdios da emissora.

O TV Fama é conhecido por causa das suas entrevistas em festas, mas a atração precisou modificar seu formato para seguir na programação da RedeTV!. Os canais esportivos da Disney seguiram sendo exibidos, mas todos os profissionais ficaram em home office.

Confira:

Suspensão das novelas

10 vezes em que a pandemia forçou mudanças na TV

Com o início da pandemia do novo coronavírus, Globo, Record e SBT chegaram a conclusão que não seria possível dar segurança para os profissionais envolvidos em gravações das novelas e decidiram suspender os trabalhos em estúdios, mantendo todos protegidos contra a doença.

Para não ficarem com buracos na programação, as três recorreram para as reprises. A Record tirou Amor Sem Igual e a substituiu por Apocalipse (2017-2018), enquanto o SBT rifou As Aventuras de Poliana e trouxe de volta Chiquititas (2013-2015). Na Globo, saíram de cena Salve-se Quem Puder, Éramos Seis (2019-2020) e Amor de Mãe para as entradas de Totalmente Demais (2015-2016), Novo Mundo (2017) e Fina Estampa (2011-2012).

Amor Sem Igual já voltou a gravar e tem sido o único folhetim inédito da TV brasileira. Já Amor de Mãe e Salve-se Quem puder finalizaram suas gravações, contudo, a Globo continua exibindo reprises, como A Força do Querer (2017), Haja Coração (2016) e Flor do Caribe (2013). No SBT, não há previsão do retorno das filmagens de As Aventuras de Poliana.

Nova estrutura do Passa ou Repassa

10 vezes em que a pandemia forçou mudanças na TV

O Domingo Legal sofreu com o impacto da pandemia e o apresentador Celso Portiolli ficou um período em isolamento social, obrigando o dominical a passar algumas reprises. Contudo, o SBT criou um rígido protocolo para combater a Covid-19 e a produção do programa voltou a acontecer nos estúdios.

Um dos principais quadros do Domingo Legal, o Passa ou Repassa continuou com edições inéditas, mas com uma nova estrutura. O canal instalou telas de acrílico e construiu um equipamento para lançar tortas à distância. Apesar do retorno, a produção está sem plateia.

Que História é Essa, Porchat? virtual

10 vezes em que a pandemia forçou mudanças na TV

O Que História é Essa, Porchat? se tornou uma das principais atrações do GNT e seu formato chamava a atenção por receber famosos no estúdio para contar suas histórias mais engraçadas. Os artistas e o apresentador interagiam com a plateia, entretanto, por causa do coronavírus, foi preciso se readaptar.

Enquanto Fábio Porchat aparece no estúdio, em sua volta há uma espécie de paredão com diversas telas redondas com os convidados e uma plateia virtual. O apresentador interage com eles e escuta as hilárias histórias.

Conversa com Bial, The Noite e Altas Horas por videoconferência

10 vezes em que a pandemia forçou mudanças na TV

Os programas de bate-papo também sofreram com a pandemia do novo coronavírus. Entretanto, das atrações de entretenimento, foram as que se adaptaram mais rapidamente a pandemia. O Conversa com Bial, The Noite e Altas Horas passaram a conversar com os convidados por videoconferência.

Por não fazer parte do grupo de risco, Danilo Gentili voltou a gravar o The Noite nos estúdios do SBT. Serginho Groisman demorou um tempo para filmar as novas edições do Altas Horas na Globo, mas retornou no começo de dezembro. Já o Conversa com Bial concluiu sua temporada 2020 sem ter nenhuma gravação em estúdio.

Luciano Huck com plateia virtual

10 vezes em que a pandemia forçou mudanças na TV

Luciano Huck foi um dos famosos que mais defendeu o isolamento social e apresentou algumas edições do Caldeirão do Huck em sua casa. Mas o apresentador já voltou para os Estúdios Globo e tem feito o programa seguindo todas as recomendações do protocolo de segurança da emissora.

Para não se sentir isolado, o comunicador aceitou a sugestão da direção do programa e tem interagido com uma plateia virtual. Tal fato não é inédito no Brasil, já que o Domingão do Faustão também tem um público que aparece em “home office”.

Silvio Santos afastado

10 vezes em que a pandemia forçou mudanças na TV

Com mais de seis décadas de TV, Silvio Santos nunca ficou tanto tempo sem pisar em um estúdio. O homem do baú gravou seu programa pela última vez em dezembro do ano passado, quando paralisou os trabalhos para viajar aos Estados Unidos de férias ao lado da sua esposa, a escritora Iris Abravanel.

O empresário voltou ao Brasil em março e se preparava para voltar a gravar, mas seus planos foram frustrados com a pandemia do novo coronavírus. Por fazer parte do grupo de risco – Silvio tem 90 anos – ele optou por não trabalhar no estúdios em 2020, ordenando que Carlos Alberto de Nóbrega e Raul Gil também ficassem isolados em suas mansões.

Ratinho gravando só segunda e terça

10 vezes em que a pandemia forçou mudanças na TV

Ratinho já não é mais nenhum menino e também passou a se cuidar para não ser contaminado com o novo coronavírus. O apresentador ficou um período em isolamento, mas retornou ao trabalho no segundo semestre. No começo, fez edição ao vivo apenas as sextas-feiras.

Recentemente, ele tem feito gravações do seu programa de segunda e terça, assim há pouca exposição. O apresentador tem feito a atração com plateia presencial, mas reduzida e com uso de máscara, além de ter alguns telões com pessoas participando por videoconferência.

Eliana e Encontro sem plateia

10 vezes em que a pandemia forçou mudanças na TV

O programa Eliana ficou um longo período exibindo reprises, mas a apresentadora voltou a gravar seu programa em agosto. Contudo, o trabalho foi paralisado uma semana depois, já que a loira foi contaminada pelo coronavírus. Após se recuperar, ela voltou aos estúdios do SBT, mas preferiu não ter plateia.

O Encontro com Fátima Bernardes ficou cerca de dois meses fora do ar, mas voltou para a programação da Globo de maneira adaptada. A produção ficou sem a plateia e as entrevistas aconteceram por videoconferência.

TV Fama sem externas

10 vezes em que a pandemia forçou mudanças na TV

Até a RedeTV! precisou mudar os formatos dos seus programas para se adequar a nova realidade do mundo. O TV Fama é muito conhecido por realizar entrevistas em eventos e festas de celebridades, entretanto, como as cerimônias não estão autorizadas em acontecer no Brasil, o programa precisou mudar.

Atualmente, a produção tem apostado em pautas sobre o que postam os famosos nas redes sociais, já que não há conteúdo externo. Com 83 anos, Nelson Rubens tem apresentado o programa de casa, enquanto Flávia Noronha comanda a produção do estúdio.

Programas esportivos Disney em home office

10 vezes em que a pandemia forçou mudanças na TV

E o home office tenha se tornado o “novo normal”. Com o avanço da Covid-19 em todo planeta, a Disney definiu que os profissionais do Fox Sports e ESPN iriam trabalhar em home office. Todos os comentaristas, apresentadores e narradores apareceram nos programas de suas casas.

Com o retorno dos eventos esportivos, suspeitou-se que a Disney ordenaria a volta dos contratados para os estúdios, mas a empresa determinou que todos continuassem em suas casas. Não por acaso já ocorreu da internet de um narrador falhar e Mauro Cezar Pereira ter que narrar um lance de gol.



Mais Notícias