Reportar erro
Exclusivo

Sindicato diz que surto de coronavírus em atores "surpreende" e isenta Globo

Emissora respeita protocolos de segurança, afirma diretor do Sated-RJ

Marieta Severo, Marco Ricca e Giovanna Antonelli testaram positivo para coronavírus
Marieta Severo, Marco Ricca e Giovanna Antonelli testaram positivo para coronavírus - Foto: Montagem/Fábio Rocha/Victor Pollak/TV Globo
Paulo Pacheco

Publicado em 15/12/2020 às 05:00:01

O surto de coronavírus em atores da Globo preocupa o Sated-RJ (Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Rio de Janeiro), que representa trabalhadores do setor cultural no estado e reúne mais de 20 mil associados. Apesar do aumento de casos, o órgão isenta a emissora de culpa pelos contágios e reforça o cumprimento dos protocolos de segurança no trabalho contra a Covid-19.

Entre os atores do primeiro time de novelas da Globo infectados, Marieta Severo, de 74 anos, recebeu alta no último sábado (12), após oito dias internada com Covid-19 e pneumonia. Marco Ricca segue no CTI (Centro de Tratamento Intensivo) da Casa de Saúde São José, há duas semanas lutando contra o coronavírus.

Os dois artistas estão no elenco de Um Lugar ao Sol, próxima novela inédita das nove. Após o fim de Amor de Mãe, que voltará em 2021, a emissora deverá reprisar outro folhetim para aumentar a frente de gravações da produção subsequente.

Giovanna Antonelli, que também contraiu o coronavírus, atuará em Quanto Mais Vida Melhor, trama das sete. A Globo suspendeu os trabalhos da novela e tem utilizado apenas um dos dois estúdios disponíveis para as gravações, de acordo com a colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo.

A emissora também vetou atores com mais de 55 anos das gravações de Salve-se Quem Puder. O NaTelinha apurou que globais vinham reclamando por terem que gravar diante do crescimento da pandemia e pressionaram pela suspensão dos trabalhos, ainda que a emissora cumprisse todas as medidas de prevenção ao vírus nos estúdios.

Sated isenta Globo por surto de coronavírus

Procurado pela reportagem, o Sated-RJ relativiza a responsabilidade da Globo no recente surto de Covid-19 entre atores que estavam gravando novelas. Para o diretor cultural do sindicato, Delcio Marinho, a "segunda onda" não está relacionada à retomada das atividades da emissora.

"Não, imagina, é querer fazer... né? Não é o caso, porque é surpreendente. Dentro das famílias ocorrem casos, dentro dos prédios. É inevitável, uma roleta russa", analisa o representante dos artistas e profissionais da cultura do Rio de Janeiro. Segundo ele, a emissora tem se comprometido com o cumprimento das medidas de segurança para dar sequência às gravações paralisadas desde o início da pandemia.

"As assembleias e a questão do protocolo foram discutidas no próprio sindicato, inclusive com reuniões presenciais entre a diretoria. Embora você elabore tantas práticas, de repente alguém aparece infectado por um colega, dentro da família ou no prédio. Foi surpreendente. A primeira onda foi a que assistimos na televisão. A segunda é o seu vizinho, um colega de trabalho, alguém próximo a você", diz Delcio Marinho.

Também contraíram o coronavírus os globais Felipe Simas, Vladimir Brichta, Adriana Esteves, Jéssica Ellen, Rafael Cardoso, Rodrigo Simas e Andreia Horta, entre outros.

Procurada pelo NaTelinha, a Globo negou as informações e emitiu a seguinte nota: "Os trabalhos nos Estúdios Globo seguem cumprindo o protocolo de segurança. E continuamos acompanhando todos os desdobramentos e impactos do avanço da Covid-19 com responsabilidade, e adotando as medidas de prevenção necessárias".

Mais Notícias