Reportar erro
Caso Marcius Melhem

CCXP: Sarah Oliveira homenageia Dani Calabresa em painel com ex-VJs da MTV

Ex-diretor da Globo assediou humorista e outras profissionais, diz revista

Sarah Oliveira homenageia Dani Calabresa em painel na CCXP
Sarah Oliveira homenageia Dani Calabresa em painel na CCXP - Foto: Montagem/Reprodução/Instagram
Paulo Pacheco

Publicado em 04/12/2020 às 20:20:38

Sarah Oliveira dedicou o painel da CCXP com ex-VJS da MTV para Dani Calabresa, que trabalhou no canal durante quatro anos. Nesta sexta-feira (4), a revista piauí publicou detalhes dos casos de assédio moral e sexual cometidos por Marcius Melhem, ex-diretor do núcleo humorístico da Globo, contra a atriz e outras profissionais da emissora.

"É o seguinte. Dani Calabresa, a gente está com você, tá? Parabéns pela coragem, e é isso", disse Sarah no encerramento do CCXP Talks, com participações de Marcos Mion, Didi Wagner, Marina Person, Thunderbird e Penélope Nova.

"Apresentei um painel sobre cultura pop e a importância da MTV no audiovisual brasileiro. Obviamente, falamos de toda a colaboração que a emissora trouxe ao adolescente e ao jovem dos anos 90 e anos 2000, com suas campanhas esclarecedoras sobre drogas, camisinha, cidadania, HIV, violência contra a mulher. Obviamente falamos da nossa colega (e minha amiga pessoal) Dani Calabresa, que começou sua carreira com a gente ali", disse Sarah no Instagram.

"Todas nós já passamos por algum caso de abuso sexual ou moral, explícito ou não. Todas, em todas as áreas. E é de suma importância que tenhamos coragem de denunciar e que homens decentes nos apoiem. Com verdade e força. Recebi também convidados como meus queridos Thunder, Didi, Penélope, Person e Mion. Foi um painel longo e bonito. Eu e Marina reiteramos o quanto é importante denunciar. Me mandaram este trechinho, quando no final da minha apresentação eu peço licença para dizer: 'Dani Calabresa, estamos com você'. Estamos, mesmo", completou a apresentadora.

Revista detalha assédios de Marcius Melhem na Globo

Em reportagem publicada nesta sexta-feira, a revista Piauí detalhou os assédios praticados por Melhem enquanto era diretor de humor da Globo, principalmente em torno de Dani Calabresa.

Com a contribuição de várias pessoas, que presenciaram ou mesmo ouviram os fatos da própria humorista, foi feita uma grande retrospectiva contando os vários momentos em que o humorista teria encurralado a então colega de trabalho. Começando pela comemoração do episódio 100 do Zorra, que tinha acabado de passar por uma reformulação. A festa aconteceu em 2017 e gerou constrangimentos.

Marcius teria tentado a todo custo um contato mais íntimo com Dani, que sempre se esquivou. Seja desde uma tentativa de beijá-la ou mesmo em momentos que ele chegou a tirar o órgão sexual para fora das calças. Isso teria causado uma crise de choro por parte da profissional, e foi confortada por outros colegas do humorístico.

Desde então, os assédios teriam se repetido, e com as recusas, o então diretor teria passado a complicar a vida da famosa, sabotando seus projetos. Foi então que Calabresa se reuniu com Monica Albuquerque, então diretora de Desenvolvimento e Acompanhamento Artístico (DAA), e teria ouvido que acionaria os responsáveis pelo programa de compliance, que zela pela aplicação de normas éticas e de conduta.

A coragem de Dani fez com que outras vítimas tivessem coragem de também contarem o que passaram. E após um período afastado do seu cargo, em função da cirurgia da filha, Melhem foi oficialmente desligado.



Mais Notícias