Comoção

Apresentador argentino se choca ao noticiar morte de Maradona ao vivo e cai no choro

Guillermo Andino ficou abatido com o falecimento do ex-jogador

 Apresentador argentino se choca ao noticiar morte de Maradona ao vivo e cai no choro
Apresentador não segurou o choro - Foto: Reprodução

Redação NT

Publicado em 25/11 às 14:26:00

A morte de Diego Maradona, aos 60 anos, pegou o mundo de surpresa nesta quarta-feira (25), mas principalmente na Argentina, onde o ex-jogador é tratado como um deus. No programa Informados de Todo, da América TV, o apresentador Guillermo Andino não se conteve e chorou ao vivo ao dar a notícia. A informação inicial explicava que o ex-jogador teve uma parada cardíaca, mas que tentavam reanimá-lo, contudo, pouco tempo depois foi confirmado o falecimento do ídolo argentino. Imagens da carreira do atleta passaram na tela, enquanto o comunicador não escondia sua tristeza.

continua depois da publicidade

“Maradona viveu 300 anos em um corpo de 60. A morte estava esperando ele”, comentou o jornalista Luis Ventura, responsável por dar os primeiros detalhes da morte de Maradona. “Jamais imaginei que teria que dar essa informação. Pensei que Diego iria driblar a morte”, afirmou Guillermo com os olhos cheios de lágrimas.

Ele tentou continuar dando a notícia, mas precisou interromper sua fala por diversas vezes. “Desculpe, estou lendo o site do Clarín... são as notícias de última hora que estamos dando... a morte de Maradona”, lamentou. “Estamos passando esses segundos ao vivo , entro nos portais, estou revendo, desculpe, não estava nos cálculos de ninguém fazer o programa assim”, acrescentou.

continua depois da publicidade

Além do apresentador, seus colegas também estavam chocados com a notícia. Andino elogiou o ídolo argentino. “Somos contemporâneos. Lembramos do jogador de futebol Diego e não podíamos ter empatia com algumas questões que tinham a ver com política ou o que fosse, mas o Diego era o próprio futebol, o que eu mais gosto, ele fez da melhor maneira. Isso me ocorre como certamente acontece com os milhões de argentinos que estão em casa”, disse. “Foi o melhor de todos os tempos. Hoje é um dos dias mais tristes não só para o mundo do futebol, mas para toda a humanidade que gostou de Diego dentro e fora de campo”, completou.

continua depois da publicidade

Morte de Maradona

O ex-jogador de futebol Diego Armando Maradona morreu depois de um mal súbito, segundo informou o jornal argentino Clarín. O argentino defendeu a seleção argentina e o Boca Juniors. No início do mês, Maradona chegou a preocupar os fãs quando foi internado às pressas com sintomas de anemia.

Os médicos descobriram uma pequena hemorragia no cérebro e o ex-jogador passou por uma cirurgia para drená-la. Depois de quase 10 dias de internação, recebeu alta em 12 de novembro e estava em casa, no bairro de San Andrés, em Buenos Aires, quando começou a passar mal e sofrer uma parada cardiorrespiratória.

continua depois da publicidade

Maradona foi campeão mundial da Copa de 1986 e ficou eternizado pelos gols que marcou contra a seleção na Copa do Mundo, incluindo um de mão, que apelidou "a mão de Deus".

O argentino era tido como um dos maiores jogadores da história do futebol mundial ao lado de Pelé. Ele começou sua carreira no Argentinos Juniors em 1976 e teve 21 anos de carreira como jogador de futebol, com passagens importantes por Boca Juniors, Barcelona, Napoli e Sevilla.

continua depois da publicidade