Reportar erro
Abriu o coração

Apresentadora da Globo anuncia câncer ao vivo: "Levei um susto"

Cristina Ranzolin vai se afastar do trabalho por um tempo

Cristina Ranzolin no Jornal do Almoço do RBS TV
Cristina Ranzolin abriu seu coração ao vivo - Foto: Reprodução/RBS TV
Redação NT

Publicado em 12/11/2020 às 15:36:00

A apresentador Cristina Ranzolin contou ao público nesta quinta-feira (12) que está em tratamento contra um câncer de mama. Ela revelou a doença ao vivo na edição do Jornal do Almoço, exibido pela RBS TV, afiliada da Globo em Porto Alegre. O diagnóstico foi feito na semana passada, após exames de rotina, e ela ficará um período afastada da TV.

“Um dia depois do meu aniversário, recebi uma notícia que ninguém quer receber. Fui fazer meus exames de rotina e fui diagnosticada com câncer de mama. Um tumor pequeno, de pouco mais de um centímetro, mas de um tipo agressivo, que precisa de tratamento sério”, relatou a jornalista.

Com 54 anos, Cristina ficou emocionada e explicou que quis abrir o coração porque está aprendendo a lidar com a situação. Ela contou ao público que seu organismo está se adaptando ao tratamento, que teve início na última segunda-feira (9). “Não tive reações adversas, mal-estar, mas estou me observando”, disse.

Por conta do tratamento, ela precisou ficar um período ausente da TV e terá que descansar por mais um tempo. “Estou bem, levei um susto sim, mas não me apavorei. Confio nos meus médicos, nos tratamentos, na minha força pessoal e na minha fé em Deus. Isso tudo vai passar e logo estarei de volta”, completou.

Cristina Ranzolin fala de prevenção

Depois de fazer seu desabafo, Cristina alertou os telespectadores sobre a importância de realizar a prevenção. Ela explicou que é preciso que as pessoas procurem os médicos e façam exames de rotina, pois é mais fácil realizar o tratamento se a doença for descoberta logo no início.

“A boa notícia é que os médicos dizem que esse tipo de tumor que eu tenho é o que melhor responde aos medicamentos e me garantiram 100% de cura. Vão ser seis meses de tratamento, que espero fazer levando uma vida normal. Os médicos dizem que é possível, sou saudável, me alimento bem, faço exercício, não fumo, bebo socialmente. Isso até me levou a perguntar de onde veio esse tumor, não tem ninguém na família com o problema. Por isso, não deixem de fazer seus exames regularmente”, concluiu.

Mais Notícias