Desabafo

Repórter do SBT chora ao vivo ao relatar descaso em hospital

Hiago Rocha, do Alterosa Alerta, de Minas Gerais, negou que haja atendimento humanizado em UPA de Contagem


O apresentador Stanley Gusman e o repórter Hiago Rocha no jornalístico Alterosa Alerta, de afiliada do SBT em Minas Gerais
"Não tinha atendimento humanizado. Chegaram a negar internação", relatou o repórter Hiago Rocha ao apresentador Stanley Gusman, do Alterosa Alerta - Foto: Reprodução/TV Alterosa

O repórter Hiago Rocha, do Alterosa Alerta, programa da afiliada do SBT em Belo Horizonte, se emocionou durante reportagem ao vivo sobre o descaso enfrentado por pacientes em centros de saúde. O assunto revoltou até o apresentador do jornalístico, Stanley Gusman, que se recusou a ler a nota divulgada pela unidade de atendimento durante a matéria.

O jornalístico da TV Alterosa da última sexta-feira (23) mostrava o drama de uma mãe que implorava por atendimento médico na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) no Bairro JK, em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais. Stanley chegou a iniciar a leitura da nota emitida pelo centro de saúde, que classificava a humanização no atendimento como diretriz do local.

"Não vou ler isso, não", disparou Stanley, que pediu para que Hiago Rocha entrasse ao vivo. Em uma externa, o repórter apareceu utilizando máscara de proteção por conta da Covid-19 e relatou a experiência que teve como usuário da UPA JK. "Estão falando que vão apurar os fatos. As imagens já dizem por si", iniciou o jornalista.

"Chegaram a negar internação", relatou repórter de afiliada do SBT

"Sou morador do bairro JK lá em Contagem e utilizo a UPA JK. Vou chamar o meu caso simples: precisava de um medicamento para ir embora por causa de uma dor que eu tinha, cheguei às cinco da tarde e saí às quatro da manhã. Humanização não tem neste local! Falo isso como usuário. É triste o que a gente passa nessa UPA JK, muito triste", prosseguiu Hiago Rocha.

Questionado pelo apresentador do Alterosa Alerta, o repórter confirmou que a dor só aumentou no período em que esteve no centro de saúde esperando por atendimento. "Às onze da noite, era de gritar de dor. Sem atendimento, com o descaso dos médicos com a gente", acrescentou.

Quando Stanley perguntou ao repórter o que ele comeu no período em que esteve na UPA, Hiago caiu no choro. "É até de emocionar, porque graças a Deus eu tenho a minha mãe que esteve ao meu lado a todo momento. O que eu comi foi o que ela comprava para mim. Não tinha atendimento humanizado. Chegaram a negar internação", frisou.

Confira o desabafo do repórter Hiago Rocha no Alterosa Alerta:

Mais Notícias