Exclusivo

Ronnie Von grava especial de Hebe para a Band: "Um presente"

Ao NaTelinha, o apresentador revela que uma fofoca fez Hebe parar de falar com ele

Ronnie Von grava especial de Hebe para a Band:
Ronnie Von comanda especial de Hebe na Band

Sandro Nascimento

Publicado em 14/10/2020 às 04:59:25 ,
atualizado em 14/10/2020 às 11:02:44

O apresentador e cantor Ronnie Von, 76, gravou um especial de Hebe Camargo (1929-2012) para a Band. Ainda sem data de exibição, o programa mostrará imagens raras, que foram digitalizadas, de Hebe durante sua trajetória na emissora, entre 1979 a 1985. Ao NaTelinha, Ronnie se mostrou entusiasmado com o projeto e contou que precisou fazer algumas pausas, durante as gravações, ao relembrar suas histórias com a artista que ele chama de "mãezona" e ficar emocionado.

"Quem me fez o convite é um amigo meu, o James Ackel. Fiquei muito feliz de ser lembrado porque é algo público a minha amizade com a Hebe. Ela foi, como eu digo na apresentação (do especial), meu melhor amigo. Não importa o gênero, ela era o meu melhor amigo", diz Ronnie Von.

"Ela mandava em mim e cuidava de mim, era uma espécie de mãezona. Me casava, descasava e arrumava namorada. Participar do especial da Hebe  é muito prazeroso. Um presente. Vai ficar muito bonitinho contar a vida dela na Band", diz empolgado Von", completou.

Com aproximadamente uma hora e meia, o especial de Hebe Camargo terá participações de Dercy Gonçalves (1907 - 2008), Elis Regina (1945 - 1982), Clodovil (1937 - 2009), Ney Matogrosso, Ivan Lins, Fausto Silva, José Vasconcellos (1929 - 2011), Mazzaropi (1912 - 1981) e Chico Xavier (1910 - 2002).  

O programa é resultado de um processo de digitalização que a Band vem promovendo de todo acervo dos seus 53 anos no ar. O diretor nacional de comunicação e assuntos estratégicos da emissora, Caio de Carvalho, vem liderando a iniciativa a pedido de Johnny Saad, presidente do Grupo Bandeirantes. 

Estão sendo catalogados vídeos de Flávio Cavalcante (1923 - 1986), Chacrinha (1917 - 1988), Bolinha (1936 - 1998), J.Silvestre (1922 - 2000), Nora Ney (1922 - 2003), Dick Farney (1921 - 1987), Chico Buarque, Rita Lee, Fausto Silva dentre outras raridades. Caio convidou James Ackel para criar um roteiro e dirigir o especial usando todo material do acervo relativo à temporada de Hebe Camargo na Band, que foi de dezembro de 1979 a dezembro de 1985. 

Hebe Camargo deixou de falar com Ronnie Von por fofoca

Durante a conversa com o NaTelinha, Ronnie revelou que, embora tivesse uma forte amizade com Hebe, em uma ocasião essa relação foi abalada por uma fofoca. Sem saber o motivo até hoje, a apresentadora parou de falar com ele e o mal-entendido fez o artista entrar em depressão na época.

"Deve ter sido um amigo nosso em comum que falou uma bobagem qualquer e ela acreditou. Ficou um tempo sem falar comigo, eu ligava e ela não me atendia. Eu fiquei numa depressão, você perder seu melhor amigo assim não é fácil. Por causa de uma fofoca. Coisa complicada", explica.

Ronnie Von conta que quando se encontrava com Hebe Camargo e Lélio Ravagnani (1973- 2000), marido da apresentadora, em almoços de amigos em comum, o casal não lhe cumprimentava: "E eu sem saber o que tinha acontecido e ninguém me contava. Foi uma coisa muito dura".

"Um dia, nossos carros se emparelharam na Marginal do Rio Pinheiros, andando, ela mandou que eu abaixasse o vidro e disse só o seguinte: 'Eu amo você'. A partir dali acabou a briga ou qualquer confusão, acabou tudo. Ela agia como se nada tivesse acontecido. Ela nunca me disse o que aconteceu. Eu falei isso no ar, fiquei emocionado e tive que parar a gravação para fazer de novo e não engasgar", conta o artista, apelidado de príncipe da Jovem Guarda.

E continua: "A Hebe, na época da minha doença grave, ela estava todo dia comigo, mesmo com uma agenda complicada. Eu estava saindo de uma separação muito doída, estava muito mal e com depressão". Ronnie Von conta que a última vez que conversou com a apresentadora foi durante um jantar promovido por Fausto Silva: "Ela já estava doente. A ultima vez que vi a Hebe foi no hospital".

À reportagem, apresentador conta que assiste vídeos de Hebe Camargo no YouTube e relembrou quando gravou o especial Romeu e Julieta (1990) para o SBT. A atração tinha no elenco Luiz Carlos Miele (1938 - 2015), Consuelo Leandro (1932 - 1999), Fafy Siqueira, Carlos Imperial (1935 - 1992), Nair Belo (1931 - 2007), Agnaldo Rayol, Carlos Alberto de Nóbrega e Fábio Jr: "Eu não conseguia fazer, estava cheio de cacos (improvisos nas cenas), eu passava mal em cena de tanto rir".

Diretor destaca disciplina de Ronnie Von no especial de Hebe Camargo

James Ackel, roteirista e diretor do Hebe Especial na Band, conta que "foi um privilégio ter Ronnie Von apresentando o especial. Ele é de uma disciplina incrível e se entrega ao trabalho que realiza. Ronnie pertence à escola dos que sabem fazer".

Ao NaTelinha, Ackel não deixa de fazer elogios a Kika, mulher do apresentador: "Uma mulher de rara sagacidade, inteligência e cultura que acompanhava tudo, desde os ensaios até a preparação do cenário da gravação que foi feita na casa de Ronnie e Kika. Foi difícil escolher apenas três cenários em uma mansão tão linda e de classe internacional".

"Fizemos os ensaios em uma quarta-feira e depois na quinta, sempre no mesmo horário, às 5 da tarde. Depois a gravação ocorreu na sexta-feira, também às 5 da tarde, pois assim o relógio biológico e também o lado psicológico do Ronnie já estavam acostumados", conta James sobre sua estratégia de gravação.

Toda a gravação foi feito em apenas uma hora e 50 minutos, gerando um conteúdo de arte de 21 minutos somando abertura, encerramento e cabeças de apresentação dos quadros de Hebe. "Acredito que a dona de casa acima de 40 anos, aquela que na verdade manda no controle remoto da TV e determina o ibope dos programas de TV aberta, vá gostar do programa", encerra James Ackel.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!