Reportar erro
Exclusivo

Record segue SBT e também cancela debate eleitoral do primeiro turno

Emissora alegou falta de segurança por causa da pandemia

Logotipo da cobertura das eleições 2020 da Record
Record cancelou debate - Foto: Reprodução
Naian Lucas, com Gabriel Vaquer

Publicado em 06/10/2020 às 14:19:28

A Record seguiu a mesma decisão do SBT e cancelou o debate eleitoral para o primeiro turno em diversas praças. A direção da emissora alegou que não daria segurança suficiente aos envolvidos no encontro por causa da pandemia do novo coronavírus.

O canal do bispo Edir Macedo exibiria a atração no dia 8 de novembro para a TV aberta e também na plataforma de streaming PlayPlus, tendo início previsto para as 22h. Contudo, agora só está previsto o debate de segundo turno, no dia 22 de novembro.

Procurada pelo NaTelinha, a assessoria de comunicação da Record confirmou o cancelamento do evento por causa da Covid-19. "A Record TV preza pela saúde de seus colaboradores e de seus convidados. Por isso, depois de consultar uma comissão de médicos e de técnicos em medicina do trabalho, a emissora entendeu que não há condições de promover o encontro com segurança. O número elevado de candidatos, a presença de assessores políticos (mesmo que limitados a dois por candidato) e o essencial trabalho dos profissionais da emissora tornariam impossível seguir os protocolos sanitários recomendados pelos médicos. E transformariam o evento em um potencial foco de infecção do novo coronavírus", disse a emissora. 

"Importante destacar que a Record TV segue a legislação eleitoral, que assegura a participação em debates, em iguais condições, a todos os candidatos cujos partidos e/ou coligação têm cinco ou mais representantes no Congresso Nacional", completou. 

A emissora seguiu os mesmos passos do SBT, que tinha marcado o encontro para o dia 31 de outubro mas também cancelou por conta do alto número de candidatos que participaram da reunião. “O SBT decidiu não fazer o debate no primeiro turno. A data do debate no segundo turno, 21 de novembro, foi mantida”, explicou em comunicado.

Corre-se o risco da Globo também optar por não transmitir o debate. A direção do canal já comunicou que só fará a atração se as campanhas concordarem que participem apenas os quatro primeiros colocados nas pesquisas eleitorais, informação que não caiu bem entre os candidatos.

Record, eleições 2020 e cancelamentos

Record segue SBT e também cancela debate eleitoral do primeiro turno

Apesar de ter cancelado o debate em primeiro turno, a Record prometeu reforçar a sua cobertura das eleições 2020. As equipes de diversas praças da emissora têm acompanhado os candidatos em cidades.

"A Record TV reafirma o compromisso com a informação de qualidade, que é fundamental para auxiliar o eleitor no momento do voto. Desta maneira, irá ampliar a cobertura eleitoral em suas mais de 12 horas diárias de programação jornalística ao vivo", disse em comunicado. 

Mas o cancelamento do debate sofrerá críticas dos candidatos. A decisão do SBT não foi aceita pelos postulantes às prefeituras e os coordenadores das campanhas trabalham para convencer a Globo a aceitar um número maior dos concorrentes ao cargo máximo do executivo.

Mais Notícias