Na Justiça

Canal Viva não consegue liberação para reprise de Malhação 2009

Emissora adia a temporada protagonizada por Bianca Bin para 2021

Canal Viva não consegue liberação para reprise de Malhação 2009
Micael Borges e Bianca Bin eram os protagonistas de Malhação 2009

Publicado em 21/09/2020 às 05:15:00 ,
atualizado em 21/09/2020 às 09:55:14

Por: Redação NT

Na última quinta-feira (17), o Canal Viva exibiu o último capítulo de Malhação 2008, que conta com Sophie Charlotte e Rafael Almeida como casal protagonista. Porém, ao invés de seguir a linha cronológica e colocar no ar a edição de 2009, a emissora vai mostrar novamente a temporada 2008 a partir desta segunda-feira (21). Dessa vez, com dois capítulos por dia.

O NaTelinha apurou que a decisão de reprisar Malhação 2008 não é à toa. É que o canal não conseguiu a liberação da temporada seguinte para entrar em sua programação por questões jurídicas. A reportagem procurou o Viva sobre os entraves que impedem Malhação 2009 de entrar no ar, mas assessoria limitou-se a dizer que "por motivos operacionais, a partir do dia 21 de setembro, o VIVA reapresenta Malhação 2008, com dois episódios por dia, às 12h30 e às 13h. A temporada Malhação 2009 tem exibição prevista para 2021".

E completou: "Ainda no dia 21, a partir das 16h, o público também vai poder começar a matar saudades da primeira temporada da novelinha, exibida originalmente em 1995 pela TV Globo e inédita no VIVA".

Antonia Fontenelle esclarece polêmica sobre Malhação 2009

Nas redes sociais, usuários do canal reclamaram pela decisão da reapresentação de Malhação 2008 e criaram teorias sobre o motivo, de fato, não terem conseguido a liberação para a temporada que tem Bianca Bin como protagonista. Até o nome de Antonia Fontenelle foi cogitado como culpada pelo impedimento de reexibição da obra. Alguns internautas acusam a influenciadora digital de não ter autorizado o uso de sua imagem para a reprise. A atriz era uma das professoras do colégio Múltipla Escolha da temporada 2009.

"É mentira pura. Não existe isso de uma atriz não autorizar o uso de imagem para uma obra da TV Globo. Quando se assina um contrato, lá diz que ela vai ser vendida para fora do país e ser reproduzida quantas vezes que a emissora quiser. Eu ia amar me ver anos atrás. Sem falar que é uma miséria o que o Viva paga, mas é uma miséria a mais. Não procede", esclareceu Antonia ao NaTelinha.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!