Reportar erro
Campeonato Carioca

Fla-Flu no SBT tem Téo José brincalhão e comentaristas perdidos

Transmissão exclusiva da rede de Silvio Santos movimentou redes sociais

Fla-Flu no SBT
Fla-Flu no SBT
Paulo Pacheco

Publicado em 15/07/2020 às 22:00:00

O Fla-Flu no SBT mexeu com as redes sociais. Até quem não estava acostumado a assistir parou para ver a primeira transmissão de futebol da emissora em rede nacional desde 2003. A tag #FlaFluNoSBT liderou os assuntos mais comentados do Twitter na noite desta quarta-feira (15).

O SBT começou a transmissão da final do Campeonato Carioca mais cedo do que havia anunciado, às 20h40, e mostrou estar preparado para o jogo, mesmo apenas cinco dias depois de oficializar o acordo com o Flamengo, mandante da partida.

O narrador Téo José, que já trabalhou no canal e foi emprestado pelo Fox Sports, se sentiu em casa e, logo na abertura, falou o atual slogan da emissora: "A TV que tem torcida".

Durante a transmissão, Téo José ainda brincou com o penteado moicano de Egídio, lateral-esquerdo do Fluminense, e chamou Pedro, atacante do Flamengo, de "apóstolo de Jorge Jesus". Ainda cornetou um passe de Muriel, goleiro tricolor: "Não é Ave Maria, mas é cheio de graça!".

O narrador também mandou um abraço para afiliadas do SBT no Paraná, no Ceará, em Pernambuco e no Amazonas, e divulgou os programas da emissora: a reprise de Chiquititas (que não foi ao ar em função da partida), Programa do Ratinho, A Praça É Nossa e a estreia da novela mexicana Quando Me Apaixono.

No gramado, Isabele Benito, apresentadora do telejornal local SBT Rio, trouxe as informações dos dois times e participou ativamente da transmissão. Smigol, o outro repórter, andou sumido e só apareceu aos 40 minutos do primeiro tempo.

Os comentaristas escolhidos pelo SBT também ficaram um pouco perdidos durante o jogo. Athirson, ex-lateral do Flamengo, virou meme ao começar um raciocínio e nunca terminar, ainda no início da decisão. "É normal... é normal... é normal...", repetia o ex-atleta.

Carlos Alberto, revelado pelo Fluminense, cometeu um ato falho afirmando que, se o zero a zero persistisse, o título seria do Fluminense, esquecendo que o primeiro duelo foi vencido pelo Flamengo por 2 a 1.

Confira a repercussão nas redes sociais:

Mais Notícias