Exclusivo

Diretor do Aqui na Band é demitido, Lacombe é afastado e emissora mira em Zeca Camargo

Porgrama vai passar por reformulação completa

Diretor do Aqui na Band é demitido, Lacombe é afastado e emissora mira em Zeca Camargo
Zeca Camargo deixou a Globo recentemente

Publicado em 25/06/2020 às 10:45:26

Por: Fabrício Falcheti com Naian Lucas e Daniel César

Band fará uma reformulação completa no programa Aqui na Band, que a partir desta quinta-feira (25) será reprisado até o seu relançamento, ainda sem data. Zeca Camargo está na mira da emissora para assumir o projeto, possivelmente ao lado de Mariana Godoy, já contratada. Desse processo, o diretor Vildomar Batista, que implantou o formato no ano passado, está fora e foi demitido, juntamente com sua esposa, a apresentadora Nathalia Batista. Luís Ernesto Lacombe foi afastado, mas segue contratado.

Segundo apurou a reportagema decisão de paralisar a atração pegou a produção de surpresa, já que ela preparava uma pauta sobre famosos para esta quinta e o NaTelinha havia sido convidado.

Quanto a Vildomar Batista, sua saída estava sendo desenhada desde o início de maio, quando ele enfrentou o jornalismo da emissora na pauta sobre quem mandou matar Bolsonaro. À equipe do programa, o diretor vem comunicando que ele pediu demissão do matinal.

Justamente sobre a produção do Aqui na Band, ela era composta por cerca de 30 pessoas. Quem já estava na emissora irá continuar, entretanto, os profissionais levados por Vildomar também serão demitidos.

A nova fase da revista eletrônica está sendo tocada pela direção de jornalismo e Antonio Zimmerle, diretor artístico e de programação do canal, ex-número 2 da Globo. O nome de Zeca Camargo surgiu para tentar recuperar a credibilidade do programa junto ao público e mercado publicitário.

Procurada, a assessoria de comunicação da Band confirmou a reformulação do Aqui na Band e suas reapresentações.

A gota d’água

A gota d'água para a reformulação do Aqui na Band aconteceu na última terça-feira (23), quando a produção falou sobre conservadorismo e convidou o jornalista Allan dos Santos e o escritor e analista político Flávio Morgenstern, que são apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, irritando a cúpula do canal.  O diretor executivo de jornalismo da Band, Rodolfo Schneider, não gostou da proposta do programa e reclamou com a alta cúpula.

O NaTelinha noticiou que o executivo teria demonstrado irritação ao saber que o dono do site Terça Livre, um dos principais alvos do STF (Supremo Tribunal Federal) no inquérito das Fake News, era um dos convidados e pela forma que o assunto conservadorismo foi tratado. Ele teria pedido ações rígidas com a produção do Aqui na Band e acabou sendo atendido.

Diretor nacional de jornalismo da Band, Fernando Mitre praticamente externou o imbróglio em seu Twitter na ocasião. “A programação diária do jornalismo da Band aberta, sob a minha direção e de Rodolfo Schnneider, é ampla: Primeiro Jornal, Bora SP, Bora Brasil, Brasil Urgente, Jornal da Band, Band Notícias, Jornal da Noite. (Respondendo a muitos)”, escreveu ele.

Zeca Camargo

Zeca Camargo ficou 24 anos na Globo, mas deixou a emissora no mês passado. Ele entrou na lista de demissões que a empresa vem fazendo com o intuito de unificar todas as plataformas do Grupo Globo.

Na sua antiga emissora, Zeca foi responsável por apresentar o primeiro reality show do canal, No Limite, e ficou durante anos na apresentação do Fantástico. Ele também assumiu  o Vídeo Show em 2013 e, após não emplacar na audiência, foi convidado para comandar o É de Casa em 2015., atração que ficou por cinco anos.

“Levo as melhores lembranças desta parceria de 24 anos. Nessa colaboração, celebro a chance preciosa que tive de trabalhar num lugar tão aberto às boas ideias, onde elas ganharam espaço e repercussão", disse Zeca em nota ao falar da sua saída.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!