Saídas

De rebeldia contra Silvio Santos a lanchinho ao vivo na Globo: 5 atitudes que geraram demissão na TV

Demissões polêmicas entraram para a história da televisão

De rebeldia contra Silvio Santos a lanchinho ao vivo na Globo: 5 atitudes que geraram demissão na TV
Marcão do Povo e Vanucci - Foto: Montagem

Publicado em 18/06/2020 às 06:45:00

Por: Redação NT

Chegar à televisão já foi o sonho de muitos profissionais, mas também se tornou o pesadelo de muita gente. Atitudes polêmicas causaram demissões surpreendentes ao longo dos anos, atingindo nomes de peso, como Fernando Vanucci, Mariane e Marcão do Povo.

NaTelinha relembra algumas situações vividas por apresentadores e jornalista que, após os episódios polêmicos, acabaram se desligando das emissoras que trabalhavam.

Confira:

Vanucci come bolacha no ar e é demitido da Globo

A Globo criou regras para manter o seu padrão de qualidade e durante os anos de 1990 as condutas eram rigorosas. O apresentador Fernando Vanucci desobedeceu uma delas e entrou no ar comendo uma bolacha no Esporte Espetacular em 1998, causando a maior polêmica.

Ele foi punido pela emissora. “Foram meses de punição. Quando me chamaram para fazer o Carnaval, achei que já estava tudo bem. Um dia após a transmissão recebi uma notificação de que deveria pagar uma multa contratual por conta da infração. Não aguentei e saí da Globo”, disse em entrevista para a Folha de São Paulo.

Com a postura adotada pela Globo, Vanucci resolveu acionar a emissora carioca na justiça e venceu o processo em 2010. “Fiquei chateado e movi um processo trabalhista pedindo vínculo empregatício, pois estava lá como pessoa jurídica, e danos morais. Demorou, mas venci”, declarou o apresentador na ocasião.

VEJA_TAMBEM]

Mariane cortou o cabelo sem autorização do SBT

A apresentadora Mariane sentiu o peso de se tomar uma decisão no impulso, sem consultar seus superiores. Mariane resolveu encurtar os fios, já que tinha um cabelão, e apareceu nos estúdios do SBT com um corte estilo Joãozinho em setembro de 1991. Silvio Santos não aprovou e a apresentadora foi desligada do canal.

Surpresa, na época, para todos e não só para a profissional. “Fiquei arrasada”, afirmou em entrevista ao Uol em 2017. Depois disso, ela passou por outros programas, mas ficou afastada da televisão recentemente para cuidar dos seus pais doentes. Com quase 50 anos, pretende voltar a investir na carreira de apresentadora.

Demissão de Cartolouco

Cartolouco nunca foi unânime na Globo tanto pelos diretos, quanto por parte dos telespectadores. Contudo, ele teve carta branca na emissora até fevereiro deste ano, quando pegou mal uma guerra de álcool gel promovido por ele e um colega de redação na Globo de São Paulo, inclusive sendo flagrados ao vivo durante a entrada da jornalista Fabíola Andrade no SporTV.

O episódio o tirou do Globo Esporte São Paulo e ele precisou voltar para o Rio de Janeiro. Em março, Cartolouco publicou uma foto satirizando o desafio do papel higiênico, que viralizou nas redes sociais entre atletas de todo planeta no início da quarentena causada pela pandemia do coronavírus.

Na fotografia, o repórter apareceu seminu, sentado em uma privada, limpando-se com o papel higiênico. Horas depois, ele apagou a publicação e há rumores que a direção da emissora não gostou nem um pouco do comportamento dele. Resultado: sua saída no mês seguinte da emissora.

Marcão do Povo demitido da Record

Marcão do Povo teve uma passagem pela Record e saiu de maneira traumática do canal. Ele apresentava o quadro Balanço Geral DF, quando chamou a cantora Ludmilla de “pobre macaca” no quadro A Hora da Venenosa, sendo detonado por muitas celebridades, inclusive acabou processado pela funkeira.

Com a repercussão negativa, Marcão foi demitido. “Quando recebi um convite para um programa em rede nacional soltaram aquele vídeo, que foi reeditado. E aí publicaram que um apresentador da Record chamava Ludmilla de ‘macaca’. Eu nunca faria isso. Uma pessoa que veio da roça, que jamais ofendeu ninguém, que nunca denegriu ninguém”, comentou o apresentador ao Fofocalizando em 2019.

Ele explicou que faltou contextualizar a situação. “Ela poderia consultar os advogados dela, consultar o Código Penal, consultar o Google… Você pesquisa o que é ‘pobre macaco’ e vai ver que é uma expressão muito usada na região Centro-Oeste do país, em todo lugar”.

Por fim, Marcão contou que sua família sofreu muito com as acusações. “Vou triturar porque cheguei em casa e vi minha família chorando, sem saber para onde eu ia e o que ia fazer”, finalizou.

Apresentador demitido por pênis na tela

A foto de um pênis (assista vídeo no final da matéria) exibida sem querer no Bom Dia MT, telejornal local da Globo, custou o emprego do apresentador, Douglas Belan. Em abril, durante o programa, um telespectador enviou a foto de um pênis para o WhatsApp da atração, usado para receber reclamações e sugestões de pauta do público.

Como a tela do aplicativo é exibida ao vivo, a imagem vazou e deixou o apresentador desconcertado. Tal erro no foi perdoado pela direção do canal. “Agradeço pelas mensagens de carinho e apoio de colegas de profissão, telespectadores e de todos. Enquanto assimilo esse momento difícil, tenho lido as manifestações. Grato”, posicionou-se em sua conta do Instagram.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!