Reportar erro
Globo

Coronavírus: JN muda cobertura após governo retardar divulgação de dados

Telejornal mostra que Ministério da Saúde atualizou números às 19h, mas só divulgou às 22h

William Bonner anuncia mudança na cobertura da pandemia de coronavírus
William Bonner anuncia no Jornal Nacional mudança na cobertura da pandemia de coronavírus
Paulo Pacheco

Publicado em 04/06/2020 às 21:14:42

O Jornal Nacional anunciou mais uma mudança na cobertura da pandemia do novo coronavírus no Brasil. Após oficializar o uso de máscaras pelos repórteres e exibir fotos de vítimas da Covid-19, o telejornal atualizará o número de casos e mortes a partir dos dados divulgados pelas secretarias estaduais de Saúde.

William Bonner explicou nesta quinta-feira (4) que o JN passará a usar as informações dos estados depois que o Ministério da Saúde atrasou a divulgação dos dados nacionais pelo segundo dia consecutivo. A pasta informou os números de quarta somente após o fim do telejornal, alegando problemas técnicos.

Renata Vasconcellos confrontou a justificativa do Ministério da Saúde exibindo a planilha com os dados atualizados às 19h, sugerindo que o atraso de três horas foi proposital. A hipótese de que o governo retardou a divulgação para prejudicar o Jornal Nacional foi um dos assuntos mais comentados nas redes sociais.

"O Ministério da Saúde alegou problemas técnicos e avisou que só divulgaria os dados às 22h. Essa planilha foi distribuída à imprensa ontem às 22h, mesmo com os dados atualizados desde as 19h", afirmou Renata.

Bonner, em seguida, explicou a nova medida para não deixar o público desatualizado sobre o aumento dos casos de coronavírus no Brasil.

"Para que você tenha sempre os números mais atuais desta pandemia, a partir de hoje o Jornal Nacional vai apresentar os dados das Secretarias Estaduais de Saúde, totalizados pelo G1, e também os números atualizados do Ministério da Saúde, quando forem divulgados a tempo, porque a nossa missão no JN é levar a você todas as informações relevantes sobre esse desafio enorme que a pandemia impõe à saúde dos brasileiros", disse o apresentador.

Mais Notícias