Polêmica

Bolsonaro volta a atacar Globo: "Teatro e manipulação"

Presidente se tornou rival da emissora

 Bolsonaro volta a atacar Globo: "Teatro e manipulação"
Bolsonaro tem enfrentado a Globo com frequência - Foto: Montagem

Redação NT

Publicado em 24/05/2020 às 19:46:00,

O presidente da República Jair Bolsonaro usou sua conta do Twitter e voltou a atacar a Globo (veja vídeo abaixo)na noite deste domingo (24). O mandatário da União criticou a linha editorial adotada pela emissora em reportagens contra seu Governo e fez uma comparação das falas de William Bonner e um repórter do canal com uma declaração dele.

continua depois da publicidade

“Qual o limite da Globo?”, questionou o político. “Se liguem no teatro e manipulação da Rede Globo”, afirma o início do vídeo. “O presidente não disse em que circunstâncias e em qual investigação essas provas foram plantadas e afirmou que pediu ajuda do então ministro [Sergio] Moro que pediu para ser blindado, mas não foi atendido”, declararam os profissionais da emissora no dia 22 de maio.

continua depois da publicidade

Contudo, logo em seguida, Bolsonaro aparece afirmando que pediu ao ex-ministro da Justiça e Segurança Pública que não o protegesse de nenhuma investigação. “Moro, eu não quero que me blinde”, afirmou o presidente.

Essa não é a primeira vez que o governante entra em conflito com a Globo. O presidente, que já criticou inúmeras vezes o canal e outros veículos de comunicação, tornou-se protagonista das reportagens do Jornal Nacional, sempre com teor crítico ao seu governo.

continua depois da publicidade

A má relação entre o governante e o Grupo Globo não é uma novidade. Ainda deputado federal, Bolsonaro criticou Fátima Bernardes e aumentou sua rivalidade com a empresa durante o processo eleitoral de 2018, mantendo o clima ruim entre ambas as partes no seu governo.

Jair Bolsonaro e os canais de TV

Jair Bolsonaro tem protagonizado diversas situações polêmicas com os canais de televisão. Recentemente, José Luiz Datena ficou nervoso com Pedro Guimarães, presidente da Caixa, no qual afirmou que a Band “pediu dinheiro” para o banco.

continua depois da publicidade

Já o SBT Brasil teria sido cancelado após dedicar cerca de cinco minutos mostrando o vídeo do presidente com seus ministros. O Governo Federal não teria gostado da edição e Silvio Santos mandou tirar do ar.