Reportar erro
Suspeito

Sikêra Jr segue afastado do Alerta Nacional por suspeita de Covid-19

Apresentador tinha dado previsão de retorno nesta segunda-feira (27)

sikêra Jr durante o Alerta Nacional
Sikêra Jr não voltou ao ar e segue afastado como suspeito de coronavírus - Foto: Divulgação
Daniel César

Publicado em 27/04/2020 às 20:45:27

O apresentador do Alerta Nacional, Sikêra Jr, frustrou as expectativas de seus fãs e seguidores e não retornou ao comando da atração da RedeTV! nesta segunda-feira (27), conforme ele próprio havia divulgado na semana passada, após afastamento por conta de uma gripe. Sikêra segue como suspeito do novo coronavírus e não tem data confirmada para o retorno.

O NaTelinha apurou que o profissional segue como caso suspeito da Covid-19 mesmo com seu primeiro exame tendo dado negativo na última quinta-feira (23). É que ele fez o teste rápido e se faz necessária a contraprova para ser liberado a voltar ao trabalho. Não há previsão para que isto aconteça.

A assessoria da RedeTV! confirmou as informações e declarou que Sikêra Jr somente retornará ao comando do Alerta Nacional quando houver o resultado da contraprova para o coronavírus e o resultado também for negativo. 

Nesta segunda-feira, Sikêra Jr pouco utilizou suas redes sociais, não tendo feito qualquer postagem no Twitter ou no feed do Instagram, mas utilizou os stories no meio da tarde para divulgar que tem um perfil em outra rede social, o TikTok e não fez qualquer menção a seu estado de saúde.

Sikêra Jr no Alerta Nacional

O jornalista se afastou do Alerta Nacional no meio da edição da última quarta-feira (22), após alegar que estava com uma gripe forte e sem fazer alarde para o risco do coronavírus. Na quinta-feira, ele entrou ao vivo diretamente de sua casa e explicou a situação para seus fãs, afirmando que fez o teste e deu negativo, mas que faria repouso para melhorar e retornaria ao trabalho na segunda-feira.

Sikêra comanda o Alerta Nacional diretamente de Manaus, um dos locais com maior incidência da Covid-19 no Brasil e que vem encontrando problemas até para enterrar o número de vítimas por causa do aumento de falecimentos.

Mais Notícias