Reportar erro
Defesa

Juliana Paes e Deborah Secco defendem feminismo no Domingão do Faustão

No Dia Internacional da Mulher, Juliana Paes e Deborah Secco falaram de feminismo

Juliana Paes e Deborah Secco no palco do Domingão do Faustão
Juliana Paes e Deborah Secco participaram do Domingão do Faustão - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 08/03/2020 às 19:50:21

Juliana Paes e Deborah Secco fizeram um forte discurso em defesa do feminismo neste domingo (08), no Dia Internacional da Mulher, em participação do Domingão do Faustão. As duas atrizes foram convidadas para o quadro Ding Dong, mas aproveitaram o espaço para falar a respeito da luta das mulheres e, ambas reconheceram que estão aprendendo sobre o tema.

Em conversa com Fausto Silva, Juliana Paes fez questão de defender o feminismo. "Esse dia é um dia especial porque a gente tem vivido esse novo feminismo, não sei se eu posso falar assim, mas de um jeito diferente. Eu falo por mim, há uns anos atrás 'você é feminista?', a gente ficava meio... eu sou. Porque talvez o seu próprio movimento sofresse um preconceito na sua definição"., afirmou.

A intérprete de Juliana Paes em A Dona do Pedaço (2019) também falou sobre o espaço conquistado pelo feminismo no Brasil. "Hoje tudo que tem se falado e que a gente tem falado sobre isso, eu tenho certeza que não tem uma mulher que não se sinta feminista. E os homens também tem entendido melhor o que é isso".

Juliana contou ainda sua visão sobre a busca que as mulheres têm em relação à sociedade. "Todo mundo já entendeu que o feminismo não é o contrário do machismo, o feminismo quer coisas diferentes. A gente quer equidade, que também é uma palavra nova, ne? Porque não é igualdade, não somos iguais, temos muitas características diferentes, mas a gente quer as mesmas oportunidades, a gente quer as mesmas condições de trabalho, a gente não quer ser agredida ou assassinada pela condição de ser mulher", cravou.

Juliana Paes e Deborah Secco

Juliana Paes e Deborah Secco defendem feminismo no Domingão do Faustão

Deborah Secco também usou o palco do Domingão para falar sobre o tema e já começou criticando mulheres que fazem críticas umas às outras. A atriz, que está no ar atualmente em Salve-se Quem Puder, revelou ter compartilhado em seus stories do Instagram uma série de críticas que recebe e que a incomodam. "Na verdade dói pra mim quando vem um julgamento masculino, mas quando vem um julgamento de uma mulher dói muito mais", garantiu.

"Eu acredito que fomos criadas, nós mulheres, pra sermos muito competitivas. E hoje a gente entendeu que a gente não precisa competir", explicou Deborah, que aproveitou o espaço para tentar ensinar o que garantiu ter aprendido sobre o tema. "A gente conseguir se colocar na posição de aliadas, de parceiras, de torcer umas pelas outras e de conseguir entender a dor de uma outra mulher, eu mesma já errei muito com diversas mulheres", comemorou.

Por fim, a atriz também falou que já cometeu erros e que está em processo de mudança. "Eu to aqui pra dizer que se eu tivesse a cabeça que eu tenho hoje, não teria feito o que eu fiz anteriormente e que bom que eu to aberta a ouvir, a aprender. "Eu não sou feminista militante, não estudei para isto, mas sou uma pessoa que quero aprender sobre isso a cada dia. Quero ouvir quem sabe e estou disposta a mudar minha forma de ver o mundo, a minha educação e acho que já mudei muito", encerrou.

Mais Notícias