Polêmica

Em entrevista à Record, Bolsonaro provoca a Globo e pede espaço ao vivo no JN

Presidente voltou a criticar a emissora da família Marinho

Em entrevista à Record, Bolsonaro provoca a Globo e pede espaço ao vivo no JN
Jair Bolsonaro em entrevista ao Domingo Espetacular - Foto: Reprodução/Record

Publicado em 04/11/2019 às 09:56:00 ,
atualizado em 04/11/2019 às 10:03:47

Por: Naian Lucas

Jair Bolsonaro voltou a falar com a Record, desta vez através do Domingo Espetacular da noite do último domingo (03), onde atacou a Globo por conta de uma reportagem no Jornal Nacional que ligou seu nome às investigações do assassinato da vereadora Marielle Franco. Ele declarou que a emissora o persegue e que irá até o fim para esclarecer o episódio.

“Sou constantemente perseguido. E comprovo, com este último caso da senhora Marielle Franco. Desculpa aqui o linguajar: é um jornalismo sujo por parte da TV Globo”, detonou o presidente. “Inclusive eu os tenho desafiado: TV Globo, me dá um espaço de 15 minutos, ao vivo, no Jornal Nacional pra explicar isso e mais coisas” acrescentou.

Na última terça-feira (29), quando a notícia foi exibida pelo principal telejornal do país, o mandatário usou o Facebook para despejar sua revolta contra a emissora da família Marinho. Já em conversa com o repórter Thiago Nolasco nesse domingo, ele apresentou um tom mais tranquilo, mas usando palavras fortes contra o canal.

Quando questionado se o caso estava encerrado, Bolsonaro deixou claro que não e continuará buscando esclarecer os fatos. “Não pode uma emissora de televisão, como a Rede Globo, jogar um balde de coisa suja em cima de mim, naquela matéria lá da semana passada, e depois ficar por isso mesmo”, disparou o político.

O presidente ainda deixou claro que irá pedir explicações do canal para saber como a área de jornalismo recebeu as informações. “A Rede Globo de Televisão tem que explicar quem é que vazou um processo que corria em segredo de Justiça”, declarou.

Globo x Jair Bolsonaro

Após a reportagem do Jornal Nacional, Jair Bolsonaro tem feito críticas a Globo. Ele vem afirmando que a emissora o persegue, dando a entender que é por falta de verba de publicidade do Governo Federal e ainda afirmou que não facilitará na renovação da concessão do canal, que ocorre em 2022.

“Sobre a afirmação de que, em 2022, não perseguirá a Globo, mas só renovará a sua concessão se o processo estiver, nas palavras dele, enxuto, a Globo afirma que não poderia esperar dele outra atitude. Há 54 anos, a emissora jamais deixou de cumprir as suas obrigações”, defendeu-se a Globo em nota na semana passada.

Com a ofensiva do presidente, eleitores do presidente criaram uma campanha contra a emissora, levantando nas redes sociais a hashtag Ela Não.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!