Polêmica

Após reportagem, Bolsonaro ataca Globo e emissora se defende: Não fizemos patifaria

Presidente teve seu nome ligado ao caso Marielle Franco

Após reportagem, Bolsonaro ataca Globo e emissora se defende: Não fizemos patifaria
Bolsonaro criticou a Globo após reportagem no JN - Foto: Montagem

Publicado em 30/10/2019 às 10:31:00

Por: Naian Lucas com Redação NT

Na noite da última terça-feira (29), o Jornal Nacional exibiu uma longa reportagem apresentando o depoimento do porteiro do condomínio do presidente Jair Bolsonaro em que aponta possível ligação do presidente ao suspeito de ter matado a vereadora do Rio de Janeiro, Marielle Franco. O político se defendeu nas redes sociais e atacou a Globo, que lançou nota oficial sobre o tema.

De acordo com a matéria, registros da portaria do condomínio Vivendas da Barra, onde vivia o principal suspeito de matar a vereadora e o motorista Anderson Gomes, o sargento aposentado Ronnie Lessa, apontam que horas antes do assassinato, o ex-policial militar Élcio Queiroz conseguiu entrar no condomínio afirmando que iria para a casa de Jair, tendo a confirmação do porteiro do local.

Bolsonaro, que atualmente está na Arábia Saudita em viagem presidencial, usou as redes sociais para atacar a Globo. “Quarta-feira, geralmente, o parlamentar está em Brasília. Eu tenho registrado no painel eletrônico da Câmara presença às 17h41, ou seja, 31 minutos depois da entrada desse cidadão, desse elemento no condomínio. E tenho também 19h36. E tenho também registrado no dia anterior e no dia posterior as minhas digitais no painel de votação”, declarou o presidente, o que também foi citado na reportagem do JN, deixando claro que havia contradição na fala do funcionário do condomínio.

“Aceito críticas e erro, corrijo e sigo em frente. A Globo só promove o que está dando errado, não tem respeito. É uma canalhice o que a TV Globo faz, uma matéria dessa. Estão inventando uma patifaria contra o presidente Bolsonaro e sua família”, disparou Jair Bolsonaro. “Seus patifes da TV Globo! Seus canalhas! Não vai colar! Não tinha motivo para matar quem quer que fosse no Rio de Janeiro”, continuou os ataques.

Ele ainda deixou claro que não tratará com facilidade a concessão da emissora. “Por que, TV Globo? Por que, revista Época? Essa patifaria por parte de vocês. Deixe eu governar o Brasil. Vocês perderam. Vocês vão renovar a concessão em 2022, e o processo está limpo. Vocês estão apostando em me derrubar no primeiro ano”.

Confira o posicionamento completo do presidente Jair Bolsonaro:

Globo solta nota

A Globo se defendeu das acusações do presidente, deixando claro que é isenta e não tem qualquer intenção de prejudicar nenhum governo, mas apenas quer apresentar os principais fatos aos seus telespectadores.

“A Globo não fez patifaria nem canalhice. Fez, como sempre, jornalismo com seriedade e responsabilidade. Revelou a existência do depoimento do porteiro e das afirmações que ele fez. Mas ressaltou, com ênfase e por apuração própria, que as informações do porteiro se chocavam com um fato: a presença do então deputado Jair Bolsonaro em Brasília, naquele dia, com dois registros na lista de presença em votações. O depoimento do porteiro, com ou sem contradição, é importante, porque diz respeito a um fato que ocorreu com um dos principais acusados, no dia do crime. Além disso, a mera citação do nome do presidente leva o Supremo Tribunal Federal a analisar a situação. A Globo lamenta que o presidente revele não conhecer a missão do jornalismo de qualidade e use termos injustos para insultar aqueles que não fazem outra coisa senão informar com precisão o público brasileiro”, disse.

Em relação ao tema concessão, a emissora demonstrou não se preocupar. “Sobre a afirmação de que, em 2022, não perseguirá a Globo, mas só renovará a sua concessão se o processo estiver, nas palavras dele, enxuto, a Globo afirma que não poderia esperar dele outra atitude. Há 54 anos, a emissora jamais deixou de cumprir as suas obrigações", concluiu.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!