Memória

Mara Maravilha fala do seu sucesso nos anos 80 e crava: "Eu era a Anitta"

Apresentadora relembrou o passado em entrevista a Daniela Albuquerque

Mara Maravilha fala do seu sucesso nos anos 80 e crava:
Mara Maravilha no Sensacional - Reprodução/RedeTV!

Publicado em 18/10/2019 às 11:30:00 ,
atualizado em 18/10/2019 às 11:30:21

Por: Redação NT

Que Mara Maravilha não tem papas na língua, isso ninguém nega. Que ela também gosta de falar frases polêmicas, é outra certeza que pouca gente ousa discordar. E na última quinta-feira (17), em entrevista ao programa Sensacional, da RedeTV!, a apresentadora se comparou à cantora Anitta.

Tudo começou quando a apresentadora Daniela Albuquerque passou a analisar os 30 anos de carreira de Mara. Ao relembrar o sucesso que ela alcançou nos anos de 1980, a também cantora fez uma comparação para que o público entendesse o tamanho do seu nome no passado.

“Quando eu tinha a idade dela, eu era a Anitta, né?”, disparou. Vale destacar que Mara foi um dos grandes nomes da televisão brasileira no final da década de 80 e começo dos anos 90, principalmente por apresentar atrações infantis no SBT, rivalizando com Xuxa e Angélica.

Só que a também cantora deixou claro que não é fã incondicional de Anitta, apontando que a funkeira erra em algumas apresentações e ainda escolhe canções de forma equivocada em algumas ocasiões.

“Nem todo repertório eu gosto, nem toda performance é do meu agrado”, comentou Mara Maravilha. Contudo, ela fez questão de elogiar Anitta e ressaltou o talento dela. “Só que é incontestável que ela é uma cantora. Canta muito bem”, acrescentou a apresentadora.

O sucesso de Mara Maravilha

Em 1987, Mara Maravilha estreou o programa Show Maravilha, tornando-se uma febre nacional. O sucesso foi tanto que ela é considerada uma das quatro maiores apresentadoras do público infantil, ao lado de Xuxa, Angélica e Eliana.

Sucesso de audiência no SBT, a emissora mudou o nome da sua atração para Mara Maravilha, transformando-se numa marca de sucesso que vendeu milhões de discos, emplacando vários sucessos nas rádios de todo o país, além de ver sua imagem se transformando numa boneca.

O tempo foi passando e Mara foi perdendo espaço tanto no cenário musical, quanto na televisão. Em 1995, ela foi identificada com depressão e contou aos seus fãs que se tornou evangélica.

Gravou discos dedicados ao público religioso, teve um programa na Record em 2002, mas voltou a ser um prato cheio para mídia quando participou de A Fazenda em 2015.

Um ano depois, foi contratada pelo SBT e passou a fazer parte do Fofocando, depois se transformando no Fofocalizando. Em 2018, Mara acabou sendo afastada do programa por conta de problemas com seus colegas, mais precisamente Leo Dias e Lívia Andrade.

Um ano depois do seu afastamento, ela retornou a atração, só que ficou no sofá apenas um mês. Hoje a apresentadora realiza reportagens externas para a produção de fofoca.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!