Demissão em massa

Juca Kfouri e João Carlos Albuquerque não renovam contrato e também estão fora da ESPN

Emissora desligou quase uma dezena de profissionais de uma vez só


Juca Kfouri e João Carlos Albuquerque deixaram a ESPN Brasil
Fotomontagem/ NaTelinha Divulgação

Horas depois de anunciar a demissão de vários profissionais que variavam entre João Palomino e Rafael Oliveira, a ESPN confirmou que não renovou o contrato de dois de seus profissionais mais antigos, João Carlos Albuquerque e Juca Kfouri.

Diferente de outros profissionais, o vínculo com Juca Kfouri que vencia no próximo dia 29 não foi renovado e sequer houve negociação para novo contrato. O próprio jornalista confirmou o desligamento para o UOL, parceiro do NaTelinha, e onde ele mantém um blog sobre futebol. Juca estava na ESPN desde 2005, onde batia ponto semanalmente no mesa redonda de futebol, o "Linha de Passe".

Kfouri é considerado um dos mais importantes jornalistas do país e liderou duas revistas importantes dos anos 90. A Placar, especializada em futebol e a Playboy. Ele ganhou notoriedade no cenário nacional em 1982 quando denunciou a Máfia da Loteria Esportiva com uma reportagem que causou escândalo ainda na época da Ditadura Militar.

Muito amigo de José Trajano, ele fez homenagem ao amigo quando este foi demitido dos canais ESPN, mesmo tendo sido o grande responsável por abrir o mercado brasileiro para o grupo. Juntos, os amigos que são aliados ao espectro da esquerda na política, entrevistaram mais de uma vez o ex-presidente Lula, uma delas com ele já preso.

Já João Carlos Albuquerque estava nos canais desde seu surgimento no Brasil em 1995. Ele foi responsável pela apresentação do "Limite", programa voltado para o automobilismo e que fez muito sucesso. Em 2000, o jornalista pediu um período sabático para a direção da ESPN e ficou de fora da televisão até 2005, quando assumiu o "Bate Bola 1ª edição", considerado à época um dos mais importantes programas esportivos do horário do almoço no país.

Atualmente, ele estava à frente do "Bola da Vez", programa semanal de entrevista da ESPN Brasil, onde foi colocado na última reformulação do canal e substituiu o ator Dan Stulback que havia deixado o grupo para retornar à Globo quando aceitou atuar em "A Força do Querer".

Além da dupla e dos profissionais anunciados mais cedo, também foram desligados do canal Claudio Arreguy e Mauricio Barros.

Procurada pelo NaTelinha, a ESPN enviou a seguinte nota.

ESPN Brasil passa por transformação para atender aos fãs, acionistas e clientes de esportes

A ESPN vive um processo de transformação e adaptação para atender aos fãs, acionistas e clientes de esportes em meio às constantes mudanças no consumo de conteúdo. A reformulação faz parte do planejamento da emissora para o próximo ano que seguirá apostando no conteúdo ao vivo e nos direitos esportivos de futebol, tais como Premier League e La Liga, além das ligas norte-americanas como a NFL, NBA, MLB, NHL entre outras.

 

Mais Notícias