"Intratável"

Ex-apresentador da Globo defende demissão de José de Abreu em programa ao vivo

Luis Ernesto Lacombe criticou situação de José de Abreu na Globo: "Dois pesos e duas medidas"

Ex-apresentador da Globo defende demissão de José de Abreu em programa ao vivo
Montagem NaTelinha

Publicado em 09/07/2019 às 11:30:43 ,
atualizado em 09/07/2019 às 15:35:11

Por: Redação NT

Na manhã desta terça-feira (09), o ex-jornalista da Globo, Luís Ernesto Lacombe, (veja vídeo abaixo) criticou o comentário político de José de Abreu envolvendo a morte da filha de Gloria Perez nas redes sociais. Além disso, durante sua apresentação no matutino "Aqui na Band", Lacombe defendeu a demissão do ator na emissora.

"José de Abreu é uma pessoa muito desorientada não tem a menor ideia do que é democracia. Não aceita ninguém que tenha opiniões contrarias a dele. Eu fico muito impressionado, é algo que sempre penso, vamos lembrar o Willian Waack que fez realmente um comentário infeliz, racista, que teve o contrato rescindo e foi dispensado. José Mayer foi acusado de assédio sexual e também foi dispensado", iniciou o jornalista, durante um quadro sobre a vida das celebridades que contava o entrevero entre Abreu e Gloria no programa da  Band.

Uma pessoa intratável que se chega a esse nível de citar o assassino da filha da Gloria Perez é algo tão doentio, tão absurdo

Lacombe

Lacombe continuou defendendo a demissão do ator: "o José de Abreu pode xingar as pessoas e os colegas de trabalho, pode cuspir num casal que estava no mesmo restaurante que ele e tudo bem. Eu não consigo entender os dois pesos...".

Neste instante, Silvia Poppovic interrompe o ex-global, que deixou a emissora em junho de 2017, após 13 anos, e questiona se ele estava falando em relação Globo.

Lacombe:"dois pesos e duas medidas"

Luis Ernesto Lacombe confirma e completa: "Eu não consigo entender os dois pesos e medidas de uma pessoa que não tem ideia do convívio entre o contraditório de pessoas que têm opiniões diferentes da dele. Uma pessoa intratável que se chega a esse nível de citar o assassino da filha da Gloria Perez é algo tão doentio, tão absurdo". Silvia Poppovic completa o comentário: "foi realmente tosco esse comentário" .

Em seguida, o jornalista continuou criticando José de Abreu e opina que a Globo não possui a mesma isonomia com todos os seu contratados.

"Esqueci de dizer que ele se declarou presidente do Brasil. Quer dizer, ele é tão democrata que não aceita um presidente eleito, democraticamente, por 60 milhões de votos e faz uma brincadeira absurda dessa e continua lá trabalhando e feliz da vida. Enquanto outros, fizeram na minha opinião menos do que ele e foram afastados.  Mais uma vez dois pesos e duas medidas. Deixa ele lá falar as besteiras dele. Eu acho realmente muito triste", encerrou no "Aqui na Band".

Entenda o caso

No último sábado (06), José Abreu  criticou o posicionamento político de Gloria Perez no Twitter:  “o Brasil está tão doido que vemos Guilherme de Pádua e Gloria Perez apoiando o mesmo espectro político! Que tempos!“, disparou.

Não demorou muito para que a própria Gloria resolvesse se manifestar sobre a fala de Abreu. “Você é muito canalha! Não vou revidar lembrando sua tragédia pessoal. É block e mais nada!“, respondeu. 

Depois disso,  justificou sua fala, afirmando que não tinha a intenção de "magoar".


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!