Treta

José de Abreu faz ligação política entre Gloria Perez e Guilherme de Pádua e ela responde: "Canalha"

Ator citou assassino da filha da novelista, que não deixou barato

José de Abreu faz ligação política entre Gloria Perez e Guilherme de Pádua e ela responde:
Novelista e ator costumam comentar sobre política nas redes sociais

Publicado em 06/07/2019 às 21:59:35 ,
atualizado em 06/07/2019 às 23:49:48

Por: Redação NT

Gloria Perez vem sendo atacada neste sábado (06), após comentar a volta de um perfil que defende Sérgio Moro no Twitter. E uma dessas críticas partiu do ator José de Abreu, no ar atualmente na novela "A Dona do Pedaço", que citou Guilherme de Pádua, assassino de Daniella Perez, filha da novelista.

Polêmico e bastante envolvido com política, Abreu fez um comentário afirmando que Gloria Perez e Guilherme de Pádua estariam no mesmo "time" político. "O Brasil está tão doido que vemos Guilherme de Pádua e Gloria Perez apoiando o mesmo espectro político. Que tempos", escreveu no Twitter.

A autora, que até pouco tempo cuidava da área de séries da Globo e voltará em breve supervisionando uma próxima novela das 21h, ficou ofendida e devolveu o ataque.

"Você é muito canalha! Não vou revidar lembrando sua tragédia pessoal. É block e mais nada", disse, bloqueando o perfil de José de Abreu em seu Twitter.

Depois, o ator retornou e pediu desculpas, caso Gloria tivesse ficado magoada, e avisou que fez apenas uma constatação.

"Gloria, eu fiz apenas uma constatação, não tive intenção de magoar você, jamais faria isso. Se você se sentiu assim, desculpe", escreveu.

A polêmica

Logo na manhã deste sábado, Gloria Perez comentou a volta do perfil Pavão Misterioso no Twitter. A página é uma resposta da base do Governo contra o The Intercept Brasil e o jornalista Glenn Greenwald, os primeiros a compartilhar supostas conversas de Sérgio Moro com Deltan Dallaganol, procurador da Lava Jato.

"Uau! O sábado começou animado, com a volta do pavão", escreveu a novelista.

O texto ganhou milhares de curtidas, menções e compartilhamentos. A autora ganhou apoio dos fãs do presidente Jair Bolsonaro e Ministro da Justiça e Defesa, Sérgio Moro. Porém, houve quem não gostou da atitude dela e a repreendeu por possível manifestação favorável a fake news.

O momento mais tenso foi justamente quando outras pessoas também citaram o nome de Guilherme de Pádua, ator que assassinou Daniella Perez em 28 de dezembro de 1992. Os dois atuavam juntos na novela "De Corpo e Alma" e o crime chocou o país.

Durante a tarde, Gloria Perez avisou que estava bloqueando quem fizesse "comentários canalhas". "Até agora bloqueei 12, por me dirigirem comentários tão canalhas quanto aquele sobre o filhinho do Diogo Mainardi, revelado pelo Pavão", postou.

Não é a primeira vez que Gloria se mostrou defensora do Ministro Sérgio Moro. Em seu Twitter, ela já declarou que o considera "herói" nacional, pois defende o Brasil contra a corrupção.

Além disso, Perez é favorável a Reforma da Previdência, principal pauta do Governo Jair Bolsonaro neste início de mandato.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!