Reportar erro
Volta

Olimpíadas do Faustão retornam, mas sem provas inéditas

Cenas do passado repercutiram na web

domingão-do-faustao-globo_75a485c5a36052b9e2d4bd304220f9d7689e4991.jpeg
"Olimpíadas do Faustão" foi um dos quadros de maior sucesso do programa - Foto: Reprodução/Globo
Daniel César

Publicado em 23/06/2019 às 20:00:16

Neste domingo (23), o apresentador Fausto Silva trouxe de volta um dos quadros que mais é lembrado pelos telespectadores do programa. O “Olimpíadas do Faustão” fará parte da atração durante as próximas edições, entretanto, com situações inéditas e não reprisadas, como ocorreu hoje.

O comunicador resolveu abrir o programa com as gincanas, como anunciou Luís Roberto no jogo entre Brasil e França, pela Copa do Mundo de Futebol Feminino. O que muita gente não esperava era que a brincadeira não fosse com novas provas, tendo que acompanhar cenas do passado.

Para justificar a reprise, Faustão explicou que se tratava de uma retrospectiva, dando a oportunidade aos seus antigos telespectadores a matarem saudades do quadro e viver um momento nostalgia.

“Quem é que não se lembra dos tombos no desafio da Ponte do Rio que Cai ou das figuras para lá de esquisitas que assombravam os participantes na Porta da Sacanagem?!”, noticiou o site do dominical.

“Olimpíadas do Faustão”

A nova geração pode não saber, mas o quadro nasceu em 1989, ano em que estreou o programa, tornando-se um dos maiores sucessos da história do programa. Os participantes tinham que completar provas amalucadas e os telespectadores acompanhavam com as narrações inusitadas do apresentador da Globo.

As provas “Porta da Sacanagem e Caçadores do Tombo Perdido”, “A Ponte do Rio que Cai” e “Avalanche” ficaram na memória e são lembradas com carinho pelo público do passado do “Domingão”.

“Eu não gostava de ver as provas antes. Queria ter a mesma surpresa e o impacto do telespectador”, explicou Faustão em entrevista ao Memória Globo.

Confira a repercussão na web:

Mais Notícias