SBT Rio

SBT flagra tiroteio ao vivo no Rio de Janeiro e repórter foge da linha de tiro

Repórter escondido de tiroteo
Reprodução

Publicado em 06/02/2019 às 14:31:36 ,
atualizado em 06/02/2019 às 15:03:18

Por: Gabriel Vaquer

O telejornal "SBT Rio", apresentado na hora do almoço por Isabele Benito na emissora de Silvio Santos, flagrou um tiroteio ao vivo nesta quarta-feira (6), no Rio de Janeiro.

O repórter Fábio Barreto estava na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), localizada na Avenida Brasil, a mais importante da capital fluminense, para fazer um link entrevistando uma pessoa que falaria sobre chikungunya e seu aumento durante o verão. De repente, tiros foram ouvidos e toda a equipe e fucionários do local tiveram que se esconder, devido à intensidade dos disparos.

Em um primeiro momento, Fábio Barreto estava sem colete à prova de balas e teve que ir para trás de uma estátua. Depois, o jornalista desceu, colocou o seu colete e foi até a Avenida Brasil mostrar detalhes do que houve na localidade.

Por conta do tiroteio, o "SBT Rio" foi esticado e teve duas horas de duração, terminando apenas às 13h30 - o telejornal começa às 11h30 -, atrasando a programação e entregando para o "SBT Esporte Rio" mais tarde.

Com o flagrante, o "SBT Rio" atingiu pico de 10 pontos de Ibope na Grande Rio de Janeiro, segundo dados prévios obtidos pelo NaTelinha, conseguindo o segundo lugar no Ibope. O pico foi o maior obtido pelo jornal neste ano de 2019. Na média, deve fechar com 8 pontos contra 4 da Record TV.

O "SBT Rio" marca normalmente cerca de 7 pontos de média na capital fluminense.

Veja o vídeo do momento do flagrante (a partir das 25:59):


publicidade

TAGS:

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!