Luto

Morre o apresentador Wagner Montes

Divulgação

Publicado em 26/01/2019 às 12:39:06 ,
atualizado em 26/01/2019 às 13:49:50

Por: Gabriel Vaquer

Morreu na manhã deste sábado (26), o apresentador e deputado estadual Wagner Montes, aos 64 anos, no Rio de Janeiro.

A Record TV confirmou a informação e lamentou em nota: "A Record TV lamenta o falecimento do nosso querido amigo e apresentador Wagner Montes neste sábado, 26 de janeiro de 2019. Conhecido pela irreverência e luta social que marcou seu trabalho ao longo de 35 anos como jornalista de TV, Wagner Montes foi um campeão de audiência e um dos apresentadores de maior sucesso na televisão brasileira. Expressamos nossas condolências aos familiares, amigos e admiradores do trabalho deste profissional que ajudou a escrever a história da televisão brasileira".

Pouco depois, o perfil oficial de Wagner Montes no Twitter também anunciou a morte e a causa: choque séptico e sepse abdominal.

Ele estava internado há dois dias no hospital Barra D'or para tratar de uma infecção urinária, mas vinha sofrendo com problemas de saúde desde 2017. 

No ano passado, em novembro, Wagner sofreu um infarto, mas se recuperou e voltou para casa. Chegou a ficar afastado da apresentação por conta dos problemas e comandou programas na Record TV sentado, bem diferente do estilo que o consagrou. 

O apresentador deixa a mulher, a atriz Sonia Lima, e os seus dois filhos: o político e também apresentador Wagner Montes Filho e o ator Diego Montez.

Em uma das únicas entrevistas onde falou sobre sua saúde, ao NaTelinha, em 2017, Wagner Montes disse que achava que iria morrer naquela ocasião, e relatou toda sua luta.

Carreira

Wagner Montes começou a carreira na televisão na TVS Rio de Janeiro, em 1979, quando foi contratado por Silvio Santos para trabalhar na emissora, onde ficou por 17 anos. Por lá, fez inúmeros trabalhos. 

Se consagrou como um dos comandantes do programa "O Povo na TV", popularesco exibido nos anos 80 e que fez história. Também fez parte por anos da bancada do tradicional programa "Show de Calouros", apresentado por Silvio Santos. 

Passou pela CNT, onde apresentou o policial "190 Urgente" e "Programa Wagner Montes". Sua última emissora foi a Record TV, onde estava desde 2003 e ajudou a popularizar no Rio de Janeiro. 

Comandou primeiro o "Cidade Alerta RJ", que se notabilizou por coberturas ao vivo nos fins de tarde na época, dando grandes índices de audiência. Com a mudança de perfil da emissora, foi para o "RJ no Ar" por um breve período. 

Mas foi no "Balanço Geral RJ",  a partir de 2006, que virou um grande fenômeno no estado fluminense. Seus índices e linguagem foram tão inovadores na época, sendo líder de audiência com facilidade, que a Globo Rio mudou o formato e o jeito de apresentar as noticias em seu jornalismo local. 

Por causa da popularidade, foi eleito deputado estadual no Rio em 2006, com mais de 100 mil votos, começando sua vida política. Foi reeleito em 2010, 2014 e 2018, sempre sendo um dos mais votados. 

Nos últimos anos, saia e entrava de programas por conta de seus problemas de saúde. O último programa que apresentou na Record TV Rio foi o "Balanço Geral Manhã RJ", onde ficou até a metade do ano passado. 


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!