Em SP

"Vídeo Show" não deslancha e perde para debate à governador da Record TV





Márcio França e João Doria
Cordialidade entre candidatos ficou para antes do debate - Foto: Antonio Chahestian/Record TV

Publicado em 19/10/2018 às 19:50:27 ,
atualizado em 19/10/2018 às 20:06:37

Por: Sandro Nascimento

Mesmo disputando com o debate ao governo de São Paulo entre João Doria (PSDB) e Márcio França (PSB) transmitido pela Record TV, o "Vídeo Show" não conseguiu liderar a audiência nesta sexta-feira (19).

De acordo com dados prévios da Kantar Ibope Media, o programa que mostra os bastidores da Globo marcou 8,5 pontos, contra 8,8 de média do debate que teve Reinaldo Gottino na mediação. 

O SBT ficou em terceiro lugar, mas na cola com 8,3 pontos exibindo "Bom Dia & Cia" e "Chaves".

O debate com os dois candidatos a governador, promovido pela Record TV, foi marcado por troca de acusações e ataques pessoais.  

Dentre as principais matérias escaladas pelo "Vídeo Show" para enfrentar o evento da Record TV, foi exibido o destino da cantora Eliana de Lima, relembrou a mansão onde foram gravadas a novela "Roque Santeiro", houve uma entrevista exclusiva com Roberta Miranda e o lançamento do clipe da banda Biquíni Cavadão em homenagem ao músico Herbert Vianna. Além disso,  trouxe como convidado o ator Ricardo Tozzi na apresentação.

No início da noite desta sexta, a Record TV enviou um comunicado à imprensa informando sobre o cancelamento do debate à presidência da República, entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT), que seria promovido no próximo domingo (21). 

"Não houve acordo para que os dois candidatos participassem. Seguimos em contato com o Partido dos Trabalhadores (PT) e com o Partido Social Liberal (PSL), na expectativa de que uma nova data seja agendada até o dia 25 de outubro", justifica a nota



publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!