Reportar erro
Novo roubo

Criador diz que "La Casa de Papel" não teria continuação se não fosse por motivo emocional

Desta vez, prisão de Rio é o grande gatilho de "La Casa de Papel"

Álex Pina com as mãos no bolso
O criador de "La Casa de Papel", Álex Pina - Divulgação
Thiago Forato

Publicado em 20/07/2019 às 09:51:46

Com novos episódios disponíveis na Netflix, "La Casa de Papel" não teria tido continuação se não fosse por um motivo emocional. Foi o que disse seu criador, Álex Pina.

De acordo com Pina, que concedeu entrevista ao site espanhol "Ver Tele", todos os números mostram que "La Casa de Papel" está no mesmo nível de outras grandes produções da Netflix.

No entanto, esse investimento não faria sentido se não houvesse um bom ponto de partida para reabrir a série. "A nova temporada explora novas formas narrativas. É que ela nasceu com um começo, meio e fim", lembrou. De fato, foi o que seus criadores sempre defenderam.

Todos eles conversaram por longas semanas até que ficou decidido que o grupo não se reuniria por outro assalto. Uma razão mais forte teria que ser o norte de todos.

Na visão deles, nada melhor que um laço pessoal. "Se não fosse por motivo emocional, seria suicídio. Esse fator emocional, como pode até ser visto no trailer, não é outro se não a prisão de Rio", afirmou.

Segundo Pina, desta vez a série conseguiu ir mais longe, sem limitações de produção, já que contou com um orçamento mais robusto que em 2017.

"La Casa de Papel" já conta com oito novos episódios disponíveis na Netflix.

Mais Notícias