Apostando alto

Globo quer padrão Pantanal em todos os horários de novelas

Emissora quer chamar a atenção do público com temas relevantes


Renato Góes e Irandhir Santos em Pantanal
Cena da novela Pantanal - Foto: Reprodução/Globo
Por Daniel César

Publicado em 26/04/2022 às 04:00:00,
atualizado em 26/04/2022 às 09:49:22

Os novelistas e diretores da Globo foram informados pela a atual direção de dramaturgia que as próximas novelas da emissora serão superproduções. O responsável pelo setor, José Luiz Villamarim, enviou trechos do remake de Pantanal e explicou que o canal seguirá aquele modelo de qualidade para levar seus novos folhetins ao ar. O objetivo é fazer grandes investimentos, apostar em histórias arrebatadoras e que façam parte novamente das discussões do dia-a-dia dos brasileiros.

Conforme apurou o NaTelinha, a atual cúpula da área de dramaturgia estava insatisfeita com as tramas da Globo. Na avaliação dela, os enredos não tinham grandes atrativos, com exceções de uma ou outra história, principalmente por estarem afastados da realidade do telespectador. Agora a ordem é que os profissionais da Casa apostem em sinopses diversificadas e que tenham bons conteúdos para segurar uma produção do começo ao fim.

Depois de aprovadas, as histórias serão analisadas com o maior cuidado pela direção de dramaturgia, incluindo o diretor de Entretenimento, Ricardo Waddington. O grupo terá como função observar se os enredos aprovados possuem potenciais para se transformar numa superprodução quando for levada para a tela.

Pantanal é vista como o maior exemplo. A novela é tratada como arrebatadora, que facilmente é compreendida pelo público. Porém, tem como pano de fundo um tema que faz parte do dia-a-dia dos brasileiros e os diálogos fogem de frases óbvias, já que Bruno Luperi optou por um texto mais poético. Além disso, a direção da trama soube apresentar belas cenas externas e tomou o maior cuidado com os figurinos, trilha sonora, iluminação e filtro, segundo avaliou a Globo.

Além de Pantanal, Globo apostará em mais novelas grandiosas

imagem-texto

Pantanal se tornou a novela mais cara da história do Brasil e a Globo não pretende parar por aí. A trama trouxe retornou financeiro, tem repercutido em todo o país e os números de audiência são festejados, já que elevou os índices da sua antecessora, Um Lugar ao Sol (2021-2022).

A emissora quer mais enredos atrativos e apostará alto financeiramente para que o público se encante com o visual. E isso não ficará restrito apenas ao horário das 21h. As tramas das 19h e 18h, caso essa faixa siga no ar, também ganharão investimentos pesados. A nova visão animou os autores e diretores.

Procurada, a Globo não se manifestou.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias