Fenômeno

Recordista de audiência, Alma Gêmea foi aprovada pela Globo com um e-mail de seis linhas

Sucesso de Walcyr Carrasco volta ao ar nesta segunda-feira (31), no canal Viva


Priscila Fantin e Eduardo Moscovis em cena da novela Alma Gêmea, reapresentada no canal Viva
Com Priscila Fantin e Eduardo Moscovis, Alma Gêmea fisgou o público pelo romantismo entre 2005 e 2006 - Foto: Divulgação/Globo
Por Walter Felix

Publicado em 31/01/2022 às 06:10:00,
atualizado em 31/01/2022 às 09:53:40

Reprisada no canal Viva a partir desta segunda-feira (31), Alma Gêmea foi acompanhada por grande audiência em sua primeira exibição, entre 2005 e 2006. Com média de 38 pontos na Grande São Paulo, tornou-se a novela mais vista do horário naquela década. Um sucesso que foi aprovado pela Globo com um e-mail de seis linhas enviado pelo autor Walcyr Carrasco a Mário Lúcio Vaz (1933-2019), então um dos diretores de programação da emissora, que deu o aval para a produção.

A trama, que tinha direção de Jorge Fernando (1955-2019), abordava o espiritismo com a história de uma mulher que reencarna para reencontrar o amor de vidas passadas. Serena (Priscila Fantin) nasce em uma tribo indígena depois que Rafael (Eduardo Moscovis) perde a esposa, Luna (Liliana Castro). No encontro após 20 anos, o casal enfrenta, entre outros obstáculos, a ambição de Cristina (Flávia Alessandra). Apaixonada pelo protagonista, a vilã faz de tudo para impedir que eles fiquem juntos.

Em entrevista ao livro Autores: Histórias da Teledramaturgia (2008), Walcyr Carrasco comentou o êxito de Alma Gêmea junto ao público. “Foi realmente um extraordinário sucesso, acho que o maior da minha vida. Aliás, no horário, foi um dos maiores de todos os tempos. Foi um arrasa-quarteirão”, disse.

No depoimento, o escritor também contou uma curiosidade sobre como nasceu a novela: “Nunca achei que essa história daria uma novela, pensava em escrever um livro. Eu tinha dado uma ideia para uma novela que não havia entusiasmado muito o Mário Lúcio. Ele me pediu uma ideia diferente, porque a história que eu havia sugerido era muito comum”.

“Eu contei ao Ary [Nogueira, diretor de produção de novelas] a ideia de Alma Gêmea. Na hora, ele me disse para enviar um e-mail para o Mário Lúcio com a história. Mandei uma mensagem de seis linhas. Mário Lúcio respondeu: ‘Essa é a novela, está aprovada’. Alma Gêmea foi aprovada por e-mail.”

Alma Gêmea chegou a superar novelas das 7 e das 8; último capítulo teve audiência histórica

Recordista de audiência, Alma Gêmea foi aprovada pela Globo com um e-mail de seis linhas

Na mesma entrevista, Walcyr Carrasco atribuiu o sucesso de Alma Gêmea aos valores éticos da mocinha Serena, em contraste com as maldades da vilã Cristina e somados a núcleos cômicos muito populares. Não à toa, a novela teve recorde de audiência no capítulo em que a malvada é jogada em um chiqueiro pela caipira Mirna (Fernanda Souza).

Naquele dia, a trama chegou a 48 pontos – índice altíssimo mesmo para novelas das 21h. Em certos capítulos, a trama das seis superava as novelas exibidas mais tarde – Bang Bang, às sete, e Belíssima, às nove. A maior marca foi alcançada no último capítulo, com média de 52 pontos e 74% de participação entre os televisores ligados no horário.

Relembre a abertura de Alma Gêmea:

Siga a gente no Instagram

Acompanhe nosso perfil e fique por dentro das quentinhas da TV e famosos

ACESSE!
Mais Notícias