Reportar erro
Memória

Maria do Bairro 25 anos: Gravações tiveram traumas e namoro de mocinhos

Novela mais vendida da história completou 25 anos

Thalía como Maria do Bairro
Thalía foi protagonista de Maria do Bairro - Foto: Divulgação
Redação NT

Publicado em 20/08/2020 às 06:55:00

Thalía é a mexicana mais rica da área de entretenimento e toda essa sua fama teve início pelo seu trabalho em novelas, atingindo o maior sucesso em Maria do Bairro (1995), que completou 25 anos de estreia no dia 14 de agosto. Apesar do trabalho ter sido bem-sucedido, a atriz passou por apuros nas gravações e chegou até a namorar o ator Fernando Colunga.

Mas Thalía não foi a única que brilhou no folhetim. A intérprete de Soraya Montenegro, Itatí Cantoral, também conquistou muita fama e brilhou no papel da vilã. Essas e outras curiosidades dos bastidores da produção fizeram com que a trama conquistasse muitos telespectadores.

Confira:

Romance

Maria do Bairro 25 anos: Gravações tiveram traumas e namoro de mocinhos

Fernando Colunga, de 54 anos, foi o par romântico de Thalía em Maria do Bairro e a paixão na frente das telas se transferiu para os bastidores. Eles engataram um romance e se tornou um dos casais mais badalados do México entre 1995 até 1997.

Contudo, o relacionamento não viveu apenas flores e eles tiveram muitos conflitos. Fernando nunca escondeu que, apesar da fama, gostava de ter uma vida reservada e sem extravagâncias com a imprensa, bem diferente do dia-a-dia de Thalía, tanto que o ator admitiu que não soube lidar com a exposição.

Em entrevista a Terra Networks, no ano 2000, ele afirmou "ter sido namorado de Thalía foi a pior experiência amorosa que já tive em minha vida. Sim, foi uma má experiência, porque o amor que desfruta com seu par, não quer desfrutar com 50 mil pessoas que nem entendem sua relação”.

Traumas

Maria do Bairro 25 anos: Gravações tiveram traumas e namoro de mocinhos

Thalía tem grande admiração pelo gênero de telenovela, mas já admitiu que não pretende voltar a atuar em um folhetim. Ela explicou que trabalhou muito quando gravou Maria do Bairro e passou por alguns perrengues, como uma cena que estava muito frio no México e ela precisou gravas de saia.

“Há uma cena que me recordo e que foi traumatizante. Quando Nandito vai embora em um trem e ela grita ‘Eu sou sua mãe!’. Estávamos a -8ºC, às 3h30 da manhã e as câmeras congelaram. Não podíamos gravar e eu estava vestindo uma saia curta, de salto alto!”, relatou em um programa de rádio do México em 2018.

E a produção também foi acusada de não tomar todos os cuidados necessários para proteger sua equipe e sobrou até para Thalía, que sofreu queimaduras nas penas em uma cena de incêndio que envolvia a protagonista.

“Me dá angústia relembrar tanto trabalho. Foi uma época de muito trabalho, então isso soa a mim como um resgate de pressão. Não se trata de algo que poderia ter sido feito melhor, pelo contrário. Me entreguei totalmente ali, assim como faço em tudo que faço, mas foram muitas horas de trabalho. Passamos frio para gravar, tomamos chuva e nos maquiávamos várias vezes seguidas para entrar em cena. Essa angústia não se vê”, relembrou o período em que esteve na trama.

Queda de audiência

Maria do Bairro 25 anos: Gravações tiveram traumas e namoro de mocinhos

A novela foi um fenômeno no México e o público adorava a vilã Soraya (Itatí Cantoral), tanto que se tornou uma das maiores megeras da TV. Contudo, sua personagem “morreu” e a audiência caiu na ocasião.

Por conta disso, o adaptador Carlos Romero trouxe a vilã de volta e usou a mesma base da novela Guadalupe (1984). A produção viu seus números crescerem novamente e Soraya retornou ainda mais com sangue nos olhos, infernizando a vida de Maria do Bairro.

Novela mais vendida

Maria do Bairro 25 anos: Gravações tiveram traumas e namoro de mocinhos

Maria do Bairro é detentora de um recorde: é a novela mais vendida da história, tendo sido exportada para mais de 180 países. Para se ter uma ideia do fenômeno comercial da produção, Avenida Brasil (2012), folhetim brasileiro mais vendido, chegou em 135 países.

No Brasil, Maria do Bairro foi exibida pela primeira vez em fevereiro de 1997 e já foi reprisada pelo SBT em seis oportunidades. A produção sempre rendeu bons índices ao canal, assegurando a segunda colocação e até atingindo em algumas oportunidades a primeira posição.

Amigas e rivais

Maria do Bairro 25 anos: Gravações tiveram traumas e namoro de mocinhos

A personagem de Itatí Cantoral infernizava a vida de Maria do Bairro, mas a rivalidade entre ela e Thalía ficaram apenas nas cenas de Maria do Bairro. Na vida real, as atrizes se tornaram melhores amigas.

Para se ter uma noção o quanto elas se gostam, Thalía é madrinha dos filhos gêmeos de Itatí. Em 2010, foi cogitado um remake de Maria do Bairro e Itatí aceitou participar do projeto e teria garantido nos bastidores que tentaria convencer a amiga a fazer uma participação, só que os planos não andaram.

Gravação no lixão

Maria do Bairro 25 anos: Gravações tiveram traumas e namoro de mocinhos

A Televisa montou um falso lixão em seu estúdio, mas Thalía chegou a gravar algumas cenas no maior aterro sanitário do México. Ela relatou em Cada Dia Mais Forte que o lugar cheirava muito mal.

“Cheirava a cadáver e a rato morto todo o tempo. E passávamos horas ali. Não podia cobrir o rosto por causa do meu papel. Havia desde cabeças de animais até mãos e pés de seres humanos, além de fetos em diferentes estágios de decomposição. Realmente muito forte!”, explicou.

Mais Notícias