Ego

Bruna Marquezine admite: "Se não fosse minha família, poderia ter me deixado levar"

"É um meio muito competitivo", afirma ela

Bruna Marquezine admite:
Bruna Marquezine cresceu diante das câmeras - Divulgação

Publicado em 17/08/2020 às 11:22:43

Por: Redação NT

Com 25 anos recém-completados, Bruna Marquezine está fora do ar desde que Deus Salve o Rei terminou há dois anos, quando viveu a criticada Catarina. Em entrevista à revista Quem, publicada nesta segunda-feira (17), a atriz reconhece a competitividade em seu ambiente de trabalho.

"Meu trabalho envolve um meio em que existe muito ego. Se não fosse pela minha família, fé e amigos, que são pouquíssimos, que não estão nesse meio e não me olham como atriz e sim como Bruna. Poderia ter muitas vezes me deixado levar", avalia.

Para a atriz, muitos se sentem no direito de opinar e lidar com isso é um constante desafio: "Nós estamos expostos a muitas opiniões, e se você não busca o autoconhecimento, se os seus valores não estão claros e não tem uma rede de apoio muito fiel e segura ao seu redor, é muito fácil se deixar levar e acreditar na opinião alheia, seja ela positiva ou negativa".

"É um meio muito competitivo. Só acredito num Deus que diz que tem algo reservado para cada um de nós e nem penso em me permitir entrar em competição com ninguém", acrescenta.

Carreira de Bruna Marquezine

Bruna Marquezine começou a carreira no extinto Gente Inocente e sua primeira novela foi em 2003, em Mulheres Apaixonadas, como Salete.

A partir daí, emplacou consecutivos papéis na casa como América (2005), Cobras & Lagartos (2006), Araguaia (2010), Salve Jorge (2012), dentre outras.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!