Além da Usurpadora

Há 20 anos, SBT exibia continuação de A Usurpadora e chocava o Brasil

Novela teve mais dois capítulos mostrando mais da vida de Paulina

Há 20 anos, SBT exibia continuação de A Usurpadora e chocava o Brasil
Continuação de A Usurpadora chocou o Brasil há 20 anos - Foto: Divulgação

Publicado em 22/07/2020 às 08:04:06

Por: Daniel César

Quem é fã de A Usurpadora certamente já ouviu falar numa continuação que foi exibida pelo SBT há 20 anos. Em 2000, após o estrondoso sucesso da novela mexicana no Brasil, a emissora de Silvio Santos anunciou com pompas uma espécie de mini segunda temporada da produção intitulada Além Da Usurpadora e que causou burburinho logo que recebeu as primeiras chamadas.

Originalmente no México os dois capítulos que mostravam a vida de Paulina (Gabriela Spanic) e de outros personagens da novela mexicana um ano depois dos acontecimentos da obra original. Com praticamente todo o elenco do folhetim, a história foi ao ar em 1998 e chegou ao Brasil dois anos depois pelas mãos do SBT, que estava fascinado com o sucesso da novela.

Muito antes de se pensar em fazer uma segunda temporada de As Aventuras de Poliana, o canal levava ao ar a continuidade da história de Paulina com Carlos Daniel (Fernando Colunga), após o desfecho trágico da vilã Paola Bracho (Gabriela Spanic). A emissora ainda estava fascinada com o alto desempenho de audiência da novela original, que terminou em novembro de 1999 com média de 19,2 pontos, ostentando o título de segundo melhor Ibope de produções latinas da emissora, atrás apenas de Os Ricos Também Choram (1983), que marcou 19,6.

E o desempenho da trama não decepcionou, mesmo sendo curta. Com apenas dois capítulos, exibidos em horário nobre, a microssérie terminou com média de 14,5 pontos, tendo atingido 15 de média no primeiro capítulo e 14 no seguinte. O desempenho coloca Além da Usurpadora como a terceira melhor audiência de tramas latinas deste século no SBT, perdendo apenas para Café com Aroma de Mulher (2001), com 14,6 e Carinha de Anjo (2001), com 16,7.

Continuação de A Usurpadora

Além da Usurpadora é uma continuação do universo da novela que havia parado o Brasil no fim dos anos 90 e que foi muito bem sucedida em diversos países do mundo ao longo de sua trajetória, mas contava outra história, mais um drama vivido por Paulina, agora Bracho porque havia se casado com Carlos Daniel depois da morte de Paola e de ter conseguido o perdão da família.

Um dia, a protagonista vai ao médico buscar os resultados de exames de rotina que havia feito e descobre que está com uma doença terminal. No melhor estilo Bom Sucesso, novela da Globo exibida com sucesso no ano passado, ela teve os exames trocados e acha que tem somente seis meses de vida. É aí que Paulina toma uma decisão radical e decide encontrar uma nova esposa para Carlos Daniel após sua morte.

A mulher, no entanto, é uma vilã que quer roubar o lugar da protagonista, tentando lhe envenenar, o que não acontece porque os copos são trocados. Atormentada pela irmã morta, Paulina acaba passando mal e é levada ao hospital no mesmo instante que a vilã. É aí que ela descobre não estar doente, mas grávida do primeiro filho do casal e finalmente poderá viver feliz para sempre.

Reprise de A Usurpadora

Embora A Usurpadora tenha sido reprisada por diversas ocasiões no SBT, a continuação da trama não ganhou o mesmo cuidado da emissora de Silvio Santos e demorou muitos anos até voltar às telas para o público brasileiro.

Após a exibição original, em 2000, o SBT somente levou ao ar Além da Usurpadora pela segunda vez em 2013, mas dessa vez com uma edição diferente e com três capítulos em continuação à reprise da novela, exibida a tarde. Depois, em nova reprise da obra original em 2015, Além da Usurpadora voltou a ir ao ar na tela do canal.

A icônica novela virou um sucesso mundial, a tal ponto da Televisa ter anunciado que A Usurpadora inauguraria seu novo projeto de remakes de tramas antigas com uma nova roupagem. Completamente diferente da história original, a produção virou uma série com menos de 30 capítulos e com um início fulminante na audiência.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!