Na miséria!

"A Dona do Pedaço": Agno sai vitorioso no processo de divórcio e deixa Lyris na pior

Acusada de adultério, Lyris perde a moradia e fica com pensão miserável

Lyris perde tudo e fica na miséria - Reprodução/TV Globo

Publicado em 30/07/2019 às 06:36:00 ,
atualizado em 30/07/2019 às 09:45:32

Por: Redação NT

Nos próximos capítulos de “A Dona do Pedaço”, o plano de Agno (Malvino Salvador) deu certo e o empresário vai levar a melhor no processo de divórcio. O sócio do Alberto (José de Abreu) já deixou claro que só se casou com Lyris (Deborah Evelin) porque queria se tornar dono da Harbitex. 

Desconfiado da esposa, ele instalou câmeras na cozinha do luxuoso apartamento em que eles moravam para flagrar as “puladas de cerca” da socialite e conseguiu imagens dela transando com o entregador de bolos. 

Além disso, ele usou Fabiana (Nathalia Dill) como laranja para conseguir mais ações da construtora, mas apresentou a ex-noviça como a mais nova sócia do grupo. Assim, alegou que o rendimento caiu, uma vez que agora os lucros devem ser divididos por três, para em seguida pedir o divórcio. 

De acordo com o golpe, ele está oferecendo apenas um salário mínimo para Lyris. Revoltada, a dondoca contratou Amadeu (Marcos Palmeira) como seu advogado e afirmou que deseja limpar o ex-marido. 

Para isso, o pai da Josiane (Agatha Moreira) explicou que precisava conseguir provas da infidelidade de Agno que há muito tempo não fazia sexo com a esposa e depois de segui-lo, o advogado descobriu que o empresário é gay.

Desesperada, a filha da Gladys (Nathalia Timberg) invade a construtora e grita aos quatro vento que foi enganada durante toda a vida de casada, pois o marido é homossexual, mas o treinador do Rock (Caio Castro) não se deixa abater e acaba assumindo. 

Porém, ele procura Antero (Ary Fontoura) para defendê-lo em seu processo de divórcio e é aconselhado pelo veterano advogado a se conter enquanto a audiência não acontece para evitar que Lyris colha provas suficientes de que ele a enganou esses anos todos, pois assim ela teria como vencer o processo. 

Atendendo aos conselhos do namorado da Marlene (Suely Franco), Agno se conteve durante um tempo, evitando encontros com garotos de programa, como de costume, e a estratégia dá certo. 

No dia marcado, o ex-casal se encontra no fórum acompanhados dos seus respectivos advogados. “Nesta audiência, vamos provar que a senhora Lyris teve um amante enquanto era casada com meu cliente, portanto, é a responsável pela dissolução do casamento”, inicia Antero. 

Descompensada, Lyris se defende afirmando que Agno é gay e também mantinha encontros extraconjugais. Durante a audiência, o juiz ouve o testemunho de Gladys, Régis (Reynaldo Gianecchini), Tonho (Betto Marque), Rock (Caio Castro) e Fabiana. 

Ao final, ele dá seu veredito a favor do empresário. “Tendo em vista que a senhora Lyris Aguiar foi a responsável pelo fim do casamento ao trair seu marido, Agno Aguiar, com o senhor Antônio Ribeiro, entregador de bolos... Considero que a ela, somente a ele se deve o rompimento dos laços familiares”, diz. 

E ele complementa: “Diante disso, o senhor Agno terá atendidas suas reinvindicações, isto é, permanecerá com a posse do apartamento onde o casal vivia, e fica estipulado à senhora Lyris uma pensão equivalente a um salário mínimo. Ainda tendo em vista que o casal possui uma filha menor de idade, o senhor Agno será responsável por sua educação, pagamento das mensalidades escolares e afins”, finaliza.  “Estou perdida!”, conclui Lyris.      


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!