Prisão por acertar

Em "Jezabel", Micaías discorda dos profetas sobre guerra e acaba preso

Profetas de Baal mandarão Acabe à guerra

Em
Micaías (Guilherme Dellorto) tentará instruir Acabe a não ir à guerra. Foto: Divulgação

Publicado em 29/07/2019 às 19:45:42

Por: Naian Lucas

Em "Jezabel" haverá um personagem que tentará instruir Acabe (André Bankoff) a não ir à guerra contra a Síria. Porém, convencido por Jezabel (Lidi Lisboa) a ouvir os profetas de Baal, o rei acabará dando voz de prisão contra Micaias (Guilherme Dellorto) e, assim, selará seu fim trágico.

Isso porque, enquanto Micaías deixa claro que não está seguro se o ideal é ir à guerra neste momento, Acabe insistirá em dar ouvidos aos profetas de Baal e, por causa disso, ele acabará sendo morto no meio da batalha e terá seu final decretado por desobedecer a voz de Deus.

Em cenas previstas para irem ao ar na próxima terça-feira (30), Micaías irá procurar Acabe assim que souber que o rei pretende se juntar à Judá para declarar nova guerra contra o exército sírio. "Meu rei, não é o ideal, não estou seguro que esta guerra seja a vontade de Deus", dirá o homem para surpresa do protagonista.

"Não seja tolo, Micaías, eu tenho a palavra de todos os profetas de que esta guerra já está ganha. Será um massacre", debochará Acabe. Ainda assim, o homem irá insistir ao rei para consultar os profetas de Israel sobre o tema e acabará provocando sua ira.

"Prendam este homem, ele é um traidor", bradará Acabe para tristeza de Micaías que, mesmo diante da prisão, irá insistir que o rei não deveria iniciar uma guerra naquele momento. Acabe, no entanto, concluirá se tratar de um erro, pois vive no período de trégua estabelecido por Deus vinte anos antes, tendo ouvido isso da boca do próprio profeta Elias (Iano Salomão) e, por isso, terá a segurança de que irá vencer a guerra.

Pouco depois de prender Micaías, Acabe irá se despedir de suas duas esposas, Jezabel e Aisha (Adriana Birolli) e partirá para a batalha que ceifará sua vida.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!