Reportar erro
Nova fase

"Mulheres" mantém audiência e aumenta seu faturamento com Regina Volpato

Cátia Fonseca deixou programa em dezembro rumo à Band

mulheres-reginavolpato_305cd2c6b1b9b2974e128d92fc14f266f821c0d6.jpeg
Divulgação
Sandro Nascimento

Publicado em 06/06/2018 às 09:42:53

Desde que assumiu em janeiro o comando do "Mulheres", na TV Gazeta, Regina Volpato conseguiu surpreender a direção da emissora mantendo a audiência e aumentando seu faturamento.

Volpato passou a apresentar o programa depois que Cátia Fonseca, deixou o canal da Fundação Cásper Líbero no final do ano passado para assumir o "Melhor da Tarde", na Band.

Existia uma expectativa nos bastidores do feminino sobre seu desempenho comercial sem a imagem de Fonseca, que ficou na atração por 15 anos. Porém, os resultados de audiência e faturamento dos primeiros quatro meses superam todas as perspectivas mais otimistas feitas pela direção da TV Gazeta e está sendo motivo de comemoração.

Segundo medição da Kantar Ibope na Grande São Paulo, em dezembro de 2017, último mês de Cátia Fonseca na apresentação, o "Mulheres" fechou com 1,08 ponto. Quatro meses depois, já com a presença de Regina Volpato, o feminino manteve sua audiência com 1,2 de média e atingindo picos em torno de 2 pontos.

Além disso, na Band, Cátia não consegue marcar uma audiência tão diferente do que ela atingia na ex-emissora, e, em alguns dias, é até derrotada pelo "Mulheres". Um exemplo disso aconteceu no dia 20 de abril. No período em que as duas atrações estiveram simultaneamente no ar, o "Melhor da Tarde" marcou 0,7 contra 0,8 da TV Gazeta.

Veja o gráfico de audiência dos últimos quatro meses:

\"Mulheres\" mantém audiência e aumenta seu faturamento com Regina Volpato

\"Mulheres\" mantém audiência e aumenta seu faturamento com Regina Volpato

O NaTelinha apurou que além de manter os mesmos índices alcançados pela ex-apresentadora do "Mulheres", a Gazeta conseguiu com Volpato um aumento em torno de 46% do seu faturamento. Resultado decorrente do crescimento de ações de merchandising no programa.

Segundo informações exclusivas obtidas pela reportagem, o número de inserções de merchans no "Mulheres" saltou de 220 em novembro para 280 em abril. Ou seja, a troca de apresentadoras, que poderia ser uma catástrofe, trouxe consequências positivas para o canal da Fundação Cásper Líbero.

O "Mulheres" é o programa feminino mais longevo da televisão, sendo exibido há 38 anos pela TV Gazeta.

A direção da emissora promoveu diversas mudanças na atração para marcar sua nova fase, sem Cátia Fonseca. A atração estreou novos quadros, colaboradores, além de um cenário com diferentes ambientes.

"Mulheres" vai ao ar de segunda a sexta, das 14h às 17h45, ao vivo.